Edição 320 | 2018

Home/ Revista/ Edição 320/ Festas/ Vestido de festa


Clique para ver a versão impressa [+]
27/08/2018 17:33

Vestido de festa

Dicas para manter as peças com aparência de novas

Divulgação
Divulgação
O vestido de festa geralmente é uma peça de alto investimento. Por isso é tão importante manter certos cuidados, que começam desde o momento da compra. “A aquisição deve ser feita em lojas especializadas, que além de oferecerem consultoria, também prestam toda a assistência na adequação da peça para a cliente; bem como, todo o suporte no pós-venda, como revisão da peça e de bordados, para que ele esteja sempre lindo e pronto para o próximo uso”, esclarece o estilista e consultor de moda festa, proprietário do Atelier Sacchettin, Luigi Sacchettin.

Um vestido de festa pode ser guardado por um bom tempo e manter uma boa aparência, desde que sejam tomados certos cuidados na conservação. “Depois do uso, deve-se encaminhar a peça para uma lavanderia ou loja especializada em roupa de festa, que ficará encarregada de fazer a lavagem o mais rápido possível, no máximo em 48 horas”, recomenda Sacchettin.

Segundo o consultor, isso é necessário, pois, mesmo estando com uma aparência limpa, pode haver resíduos imperceptíveis de desodorante, suor, perfume ou algo que pingou, e que com o tempo atrairá fungos, que podem danificar permanentemente a trama do tecido. “Para a lavagem, primeiramente, deve-se observar as instruções da etiqueta. Nem sempre a lavagem a seco é a mais indicada, pode até deteriorar a peça”, complementa.

Ao adquirir um vestido, o mesmo deverá ser pendurado em cabides usando capa de TNT, que é um tecido poroso para a ventilação e que evita o atrito com outras peças do guarda-roupa. “Deve-se também pendurar as peças com as alças internas de cetim como apoio”, indica.

Já para guardar um vestido de festa de tule, com rendas ou bordados, é necessário ainda mais atenção e cuidados para manter uma boa conservação. “Esses tipos de vestidos, mais delicados, deverão ser guardados em uma caixa, dobrados em papel de seda. Os bordados e as partes delicadas devem ser protegidos com mais papel, para evitar o contato com o tecido e não marcar. Se ficarem pendurados, com o passar do tempo o peso do vestido pode danificar a peça”, orienta o consultor de moda festa.

E não para por aí. De acordo com Luigi Sacchettin, alguns tecidos não devem ser dobrados, (cetim, seda) pois podem ficar marcados. “Neste caso, deve-se pendurar com a capa apropriada ou embrulhar em tecido de TNT, e não guarde em sacos plásticos. Os vestidos brancos, deve-se guardar dobrados em papel de seda azul escuro, para evitar que fiquem amarelados. E para evitar mofos, recomendo usar um desumidificador, que também evita traças. Com esses cuidados, você terá sempre o seu vestido lindo e pronto para arrasar!”, finaliza o especialista.

“Dependendo do tecido, existem diferentes formas de guardar e conservar a peça”