Edição 260 | 2013

Home/ Revista/ Edição 260/ Comportamento


Clique para ver a versão impressa [+]
05/07/2013 11:41

Jornada da fé

Brasil recebe a Jornada Mundial da Juventude


A JMJ - Jornada Mundial da Juventude é um dos eventos mais esperados pelos católicos, não apenas pela presença do Papa Francisco em nosso País, mas também por realizar o maior encontro de jovens para promover a fé e as mensagens de Cristo.

A cidade do Rio de Janeiro foi a escolhida para receber jovens do Brasil e do mundo para esse grande evento, que acontece de 23 a 28 de julho e o lema deste ano é “Ide e fazei discípulos entre todas as nações”.

Para o padre da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, Rodrigo Thomaz, a JMJ é um movimento para o jovem falar de Jesus Cristo e dizer que ele está em sua vida. “O maior objetivo é que a juventude possa manifestar a sua fé”, exalta o pároco.

Esta será a primeira jornada da qual o padre irá participar, e demonstra estar ansioso com a reunião. “A minha expectativa é imensa, sobretudo de ver uma jornada, da qual nunca participei, e poder estar lá junto com o pessoal da paróquia será muito bom”, conclui o sacerdote.

A JMJ promoverá diversas atividades, como o Festival da Juventude que vai apresentar uma mostra oficial do Vaticano, com obras de Michelangelo, Leonardo da Vinci, Caravaggio, entre outros, além de shows, dança e cinema, e uma exposição de grafite. A Feira Vocacional conta com estandes para exposição, confessionários, praça de alimentação, palco e tenda para missas e oficinas.

História
Devido ao Ano Santo da Redenção, em 1984, foi celebrado o Encontro Internacional da Juventude, na Pça. de São Pedro, no Vaticano, sob o pontificado de João Paulo II. Em 1985, foi declarado o Ano Internacional da Juventude pelas Nações Unidas e no mesmo ano o Papa anunciou a Jornada Mundial da Juventude, que teve sua primeira edição em 1986, reunindo 300 mil jovens na Pça. de São Pedro.

Desde então, os encontros acontecem a cada dois ou três anos, já tendo passado por Itália, Argentina, Espanha, Polônia, EUA, Filipinas, França, Canadá, Alemanha e Austrália. O maior público registrado foi em 1995, em Manila (Filipinas), com cerca de 5 milhões de jovens.



Voluntários
Muitos jovens querem participar da JMJ Rio 2013, não apenas como peregrinos, mas também como colaboradores. Esse é o caso de Felipe Pinho, que através das redes sociais criou a página “Português à Brasileira”. “Por estar trabalhando, não poderia deixar tudo e ir para o Rio, mas, queria encontrar alguma forma de ajudar, foi quando decidi ensinar gratuitamente peregrinos estrangeiros que estão a caminho do Brasil”, relata. O voluntário também conta que os estrangeiros estão ansiosos para participar da jornada e conhecer o Brasil. Para ele, poder ajudar o próximo, é uma forma de retribuir o que o Senhor fez por ele até hoje. “Ajudar o outro é uma experiência de poder enxergar Cristo nas pessoas e aprender a amar sem esperar nada em troca”, conclui.

O também voluntário do grupo de jovens Saber Viver, Caio Molina, vai até o Rio de Janeiro para ajudar no evento. “Vou ficar nas atividades culturais e no cordão de isolamento, durante a visita do Papa”, conta. A respeito da onda de violência que a cidade enfrenta, Molina diz não ter receio. “A confiança em Deus é muito maior. Quando recebi a notícia que ia ser voluntário, ‘não cabia em mim’. A obra que Deus vai realizar é muito maior que o medo”, relata.

Elvira Bergamini Porcinoto também decidiu ajudar e pretende acolher jovens em sua casa. “Fui para a cidade de Franca com uma caravana da igreja, e o pessoal de lá nos recebeu muito bem, quando soube do projeto, decidi participar”. Ela não se sente incomodada com o fato de receber desconhecidos em sua casa. “Eu confio nas pessoas, não acredito que vão vir aqui para fazer maldades”, garante.

Renata Stiehl da Rosa faz parte do projeto “Cartas entre Amigos”, que tem como objetivo enviar cartas entre voluntários com mensagens de fé, otimismo e incentivo. Hoje, as correspondências também são enviadas para o Núcleo de Apoio à Criança com Câncer, de Recife. A voluntária recebeu uma carta que veio direto da Bolívia, a pessoa com quem entrou em contato está animadíssima com a oportunidade de conhecer o Brasil e de servir na JMJ.
 
 

Agenda do Papa Francisco no Brasil

O pontífice chegará no dia 22 de julho, essa será a primeira grande visita internacional desde sua nomeação. Confira a semana do Santo Padre, no Rio de Janeiro

Segunda-feira, 22/07
Cerimônia de boas-vindas no jardim do Palácio Guanabara, onde o Santo Padre fará o seu primeiro discurso. Após o cerimonial, receberá a recepção protocolar feita pela presidente Dilma Rousseff, o governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e o prefeito da cidade, Eduardo Paes.

Quarta-feira, 24/07
O Papa visitará o Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. No mesmo dia participará da inauguração do PAI - Polo de Atenção Integral à Saúde Mental, um dos legados do JMJ Rio 2013.

Quinta-feira, 25/07
O Sumo Pontífice vai receber do prefeito Eduardo Paes as chaves da cidade e visitará a comunidade de Varginha, dentro do Complexo de Manguinho. No fim da tarde, participará da festa de acolhida aos jovens, em Copacabana. Essa será a primeira saudação do Papa Francisco aos peregrinos.

Sexta Feira, 26/07
O Papa atenderá a quatro confissões na antiga casa de repouso do imperador Dom Pedro, a Quinta da Boa Vista. Em seguida, encontrará alguns detentos no Palácio Arquiepiscopal São Joaquim. Após o almoço, com os jovens de todos os continentes, o Papa fará uma saudação ao Comitê Organizador Local da JMJ Rio 2013. Para finalizar o dia, acontecerá a via-crúcis com os jovens, na orla de Copacabana.

Sábado, 27/07
Durante a manhã, acontecerá a Santa Missa. Após o evento, se encontrará com representantes da sociedade da cidade e do Brasil no Theatro Municipal. Durante a tarde, participa de um almoço com os cardeais brasileiros e a presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. À noite, estará em Guaratiba, no Campus Fidei para a Vigília de Oração com os jovens, onde ele fará um discurso.

Domingo 28/07
No dia do adeus, o Papa celebrará a Santa Missa de envio da JMJ Rio 2013 e anunciará o próximo local que acolherá a Jornada Mundial da Juventude. Ao meio dia, fará a oração do Angelus Domini. Para agradecer a presença dos 60 mil voluntários envolvidos nos trabalhos da Jornada, deverá encontrar-se com eles no Pavilhão 4 do Riocentro, às 17h30, onde fará um discurso. Haverá ainda uma cerimônia de despedida no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim. Sua partida de volta a Roma está marcada para às 19h.