Edição 256 | 2013

Home/ Revista/ Edição 256/ Vida Digital


Clique para ver a versão impressa [+]
06/03/2013 15:22

Uma voz para a comunidade

Rene Silva é conhecido como o tuiteiro do Complexo do Alemão e atualmente interpreta a si mesmo na novela Salve Jorge


“Vejo carência nas áreas de educação e cultura.
Precisamos de investimento para termos um País e
uma cidade melhores, para que as crianças possam crescer dignamente”

 

Apesar da pouca idade, 19 anos, Rene Silva tem muitas histórias para contar sobre o Complexo do Alemão, que já foi considerado um dos locais mais violentos da cidade do Rio de Janeiro. 

O jovem conta que começou com o jornal Voz da Comunidade em 2005, na Escola Municipal que frequentava, próxima à sua casa. “Passei a relatar os problemas do colégio e da comunidade, visando melhores condições para ambos. Fui aprendendo a fazer um jornal e conversei com a diretora da escola para criarmos um periódico, para mostrar os transtornos que a população enfrentava no dia-a-dia. Ela topou e aí começou o Voz da Comunidade. No início eram 50 exemplares e hoje imprimimos 5000. Também tenho uma página no Twitter e informo as pessoas sobre o que está acontecendo no Alemão. Criei um perfil para o veículo e, quando aconteceu a ocupação, publicava as notícias sobre o assunto e houve uma repercussão muito grande”, relembra.

A rotina de Silva sempre foi frequentar a escola e dividir o tempo com as notícias do jornal, para que não atrapalhasse os estudos. “Foi importante saber conciliar. Acabo de concluir o Ensino Médio, e pretendo começar a faculdade de jornalismo”, destaca.

Internauta global
Na novela da TV Globo, Salve Jorge, a participação de Silva também é para mostrar os problemas no Complexo do Alemão. “A Glória Perez aborda fatos reais, falando do que está acontecendo em nossa comunidade e retratando o cotidiano, além de que o jornal também existe na trama”, comenta.

Para ele, a ocupação da polícia foi a história mais impressionante que já viveu. “Foi muito tenso e as pessoas tinham medo de sair nas ruas”.

Atualmente, Silva pensa no futuro, em melhorar as condições para a comunidade. “Vejo carência nas áreas de educação e cultura. Precisamos de investimento para termos um País e uma cidade melhores, para que as crianças possam crescer dignamente”, aponta. 

Registrado na memória
A trajetória de Silva e do jornal serão contadas pela jornalista mineira Sabrina Abreu em uma obra que será lançada pela editora nVersos no primeiro semestre de 2013. O livro-reportagem reúne relatos do tuiteiro, depoimentos de outros jornalistas adolescentes do Voz, declarações de membros da comunidade e de personalidades que apoiam o projeto. Também relembra os fatos históricos que aconteceram no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro e no Brasil - enquanto o jovem e o seu veículo de comunicação cresciam.

Acompanhe o dia-a-dia do Alemão

Twitter
@Rene_Silva_RJ
@vozdacomunidade

Facebook
www.facebook.com/vozdascomunidades