Edição 252 | Novembro/12

Home/ Revista/ Edição 252/ Festas/ Cardápio festivo


Clique para ver a versão impressa [+]
05/11/2012 12:58 - Atualizado em 06/11/2012 14:14

Cardápio festivo

Conheça dicas para organizar seu evento sem esquecer qualquer detalhe


O fim de ano se aproxima e com ele as festas que marcam as confraternizações entre familiares e amigos e a preparação para a entrada de um novo ano. Para muitos, também é tempo de aproveitar o cardápio típico da época, que permite degustar pratos tradicionais como peru, lombo, chester, frutas secas, tortas, panetones, entre outras delícias.

A chef de cozinha e proprietária da PP Criativa, Pérola Polillo, ensina que organizar a festa com antecedência é a melhor alternativa. “No final de novembro tudo precisa estar encaminhado para dar tempo de elaborar os detalhes”, enfatiza.

Para a especialista, as velas têm presença obrigatória na decoração. “Em qualquer lugar do mundo tem que ter uma vela acesa para o menino Jesus”, opina. Quanto ao cardápio, ela destaca os pratos leves como salada de folhas, carnes brancas e frutas da estação. Além disso, Pérola explica que existem muitas vantagens para quem pensa em se dar ‘folga’ e contratar um bufê para cuidar dos preparativos. “O anfitrião terá tempo para arrumar, decorar e comprar os presentes, pois o bufê tem a tarefa de cuidar de toda a comida. Entretanto, algumas receitas familiares se perdem, porque não será mais a farofa da avó”, pontua.

Quantidade certa
Para definir o cardápio e a quantidade exata para o número de convidados, Pérola orienta que é importante calcular os pratos, sem exageros, e na seguinte ordem: entradas, saladas, pratos quentes, acompanhamentos, sobremesa e frutas. A sugestão da especialista para um cardápio simples é investir em pratos como o cuscuz marroquino, “que tem tudo a ver com o Natal, adiciono pistache em pedaços, damasco e rodelas de alho-poró, além de azeite e sal. Outras opções são o camarão na moranga e o chester recheado de farofa de abacaxi em crosta de castanhas brasileiras, que também fazem sucesso”.

Na dúvida, a especialista aconselha investir nos pratos clássicos como peru, chester e tender e tomar cuidado com a sobra de comida. “Dependendo da estrutura do jantar, acho suficiente quatro ou cinco canapés por pessoa, duas ou mais opções de entradas, contabilizando 120 g por pessoa. Deve-se levar em conta 200 g de massas e 180 g de carnes, assim dá para calcular o tamanho da peça que é preciso assar, lembrando que quanto maior a quantidade de comida, menos em gramas de alimentos”, conclui Pérola.

Confira uma receita de Pernil ao molho italiano em: http://www.revistain.com.br/culinaria/aves/pernil_ao_molho_italiano_.html

Pérola Polillo Gastronomia Criativa
www.ppcriativa.com.br
F: 2464.0723