Turismo

Home/ Notícias Online/ Turismo/ Em crescimento, valor médio de...

Em crescimento, valor médio de diária em hotéis no Brasil atinge R$ 347 durante o primeiro semestre de 2014

Publicada em : 19/09/2014

A Copa do Mundo da FIFA e a desvalorização do real foram fatores decisivos no aumento em relação ao mesmo período de 2013


O valor médio das diárias de hotel no Brasil no primeiro semestre de 2014 alcançou a marca de R$ 347, 4% acima da média do mesmo período no ano anterior. Os dados, divulgados na nova versão do Hotel Price Index (HPI)* - ranking produzido pela Hoteis.com, sugerem um aquecimento no mercado hoteleiro nacional.

Entre os principais motivos para o resultado, estão a realização da Copa do Mundo e a desvalorização do real no início do ano, que, apesar da recuperação nos meses seguintes, não foi o suficiente para deixar a moeda nos mesmos níveis do início de 2013. Estes fatores influenciaram no aumento de visitantes estrangeiros.

A competição foi crucial no aumento de valor das diárias em 10 das 12 cidades sede. As exceções foram Cuiabá e São Paulo. Na capital mato-grossense, o número de visitantes acabou sendo menor do que o esperado, o que resultou em uma queda de 10%, com valor médio de R$ 221.

No caso de São Paulo, o volume de torcedores não compensou a redução de viagens de negócios durante o período, levando a uma queda na taxa de ocupação dos hotéis. Desta forma, a cidade ficou apenas em 12º no ranking, com valor médio de R$ 322, 2% menor do que o registrado no primeiro semestre de 2013.

Do outro lado, o Rio de Janeiro, que esbanjou uma ocupação média de 93,8% durante todo o torneio, com um pico de 97,66% na noite da final entre Alemanha x Argentina, registrou um aumento de 9% no preço médio das diárias, assumindo a ponta do ranking com R$ 523. Valor bem a frente do segundo lugar, Guarujá, no litoral paulista (R$ 488). Outras cidades sede que tiveram crescimento considerado foram Natal (R$ 340, +46%), Fortaleza (R$ 309, +41%), Salvador (R$ 331, +40%) e Brasília (R$ 371, +28%).

Porém, não foram apenas as cidades participantes da competição que registraram bons resultados. Entre os destinos que tiveram uma evolução de dois dígitos, estão Uberlândia (R$ 199, +28%), São José dos Pinhais (R$ 240, +18%), João Pessoa (R$ 226, +13%), Ipojuca (R$ 341, 12%), Goiânia (R$ 239, +10%) e Gramado (R$ 361, +23%). Por sinal, a cidade gaúcha mostrou também o bom desempenho dos destinos de inverno, mesmo em período fora de época. Outro destino tradicional longe do litoral, Campos do Jordão ficou em terceiro no ranking nacional, com valor médio de R$ 387 por diária.

“O primeiro semestre de 2014 foi outro período de recorde para o HPI latino-americano e mais um passo em direção à trajetória ascendente que a região vem registrando nos últimos anos. No caso do Brasil, houve o beneficio de sediar a Copa do Mundo, impulsionado principalmente pela maior demanda internacional, uma vez que os brasileiros foram mais conservadores com as escolhas das diárias. No outro extremo, cidades mais voltadas aos negócios não apresentaram esse mesmo padrão, sendo que algumas chegaram a registrar um pequeno declínio”, comenta Carolina Piber, Gerente Geral da Hoteis.com para a América Latina.

Confira o ranking dos 20 destinos com o maior valor médio por quarto no Brasil durante o primeiro semestre de 2014:

Destino
Valor médio no 1º semestre de 2014
Valor médio no 1º semestre de 2013
Variação

Rio de Janeiro (RJ)
R$ 523
R$ 478
+9%

Guarujá (SP)
R$ 488
R$ 535
-9%

Campos do Jordão (SP)
R$ 387
R$ 401
-3%

Búzios (RJ)
R$ 373
R$ 370
+1%

Brasília (DF)
R$ 371
R$ 290
+28%

Barueri (SP)
R$ 369
R$ 361
+2%

Gramado (RS)
R$ 361
R$ 293
+23%

Recife (PE)
R$ 356
R$ 320
+11%

Ipojuca (PE)
R$ 341
R$ 305
+12%

Natal (RN)
R$ 340
R$ 233
+46%

Salvador (BA)
R$ 331
R$ 236
+40%

São Paulo (SP)
R$ 322
R$ 327
-2%

Campinas (SP)
R$ 318
R$ 356
-11%

Belo Horizonte (MG)
R$ 313
R$ 264
+18%

Fortaleza (CE)
R$ 309
R$ 219
+41%

Paraty (RJ)
R$ 278
R$ 278
-

Porto Alegre (RS)
R$ 265
R$ 223
+19%

Belém (PA)
R$ 250
R$ 259
-3%

Balneário Camboriú (SC)
R$ 249
R$ 262
-5%

Foz do Iguaçu (PR)
R$ 247
R$ 251
+2%


* Estabelecido com base 100 em 2004, o HPI acompanha os preços reais pagos por hóspedes em todo o mundo. O relatório mais recente analisa o 1º semestre de 2014. Para mais informações e o relatório completo, acesse: http://www.hotel-price-index.com/

Fonte:S2Publicom