Turismo

Home/ Notícias Online/ Turismo/ Pesquisa aponta que 95% dos vi...

Pesquisa aponta que 95% dos visitantes de Foz do Iguaçu pretendem voltar e 99% recomendam viagem

Publicada em : 05/09/2014

Levantamento inédito feito pela Instituto Qualibest mostrou ainda que 99% recomendariam a viagem


Uma pesquisa qualificada feita pelo Instituto Qualibest com pessoas de todas as regiões do Brasil, revela que 95% dos entrevistados que conhecem Foz do Iguaçu pretendem voltar; e que 99% recomendariam a viagem para amigos e parentes.

Entre os que não conhecem Foz, 95% pretendem visitar a cidade, 30% ainda neste ano ou em 2015; outros 22%, num prazo de dois a três anos. A pesquisa embasa o Plano Estratégico de Marketing Turístico de Foz do Iguaçu para o período 2015-2018, encomendado pela Itaipu Binacional.

"A pesquisa mostra um alto grau de satisfação com nossa cidade e aponta caminhos para que possamos melhorar ainda mais a imagem do destino", afirma o superintendente de Comunicação Social da Itaipu e presidente do Fundo Iguaçu, Gilmar Piolla.

Interesse
A pesquisa qualitativa foi feita entre 14 de abril e 5 de maio, com 722 pessoas entre 18 e 65 anos, das classes A, B e C, que costumam viajar pelo menos uma vez por ano. Do total de entrevistados, quase a metade (48%) já visitou Foz do Iguaçu.

Em ambos os grupos de pesquisados, os principais motivos para visitar Foz do Iguaçu são suas belezas naturais, com destaque para as Cataratas do Iguaçu. No grupo que já visitou Foz, 64% apontaram esta razão para a viagem; em segundo lugar (23%), aparecem as compras no Paraguai e Argentina.

Dois terços (69%) dos que não ainda não vieram a Foz e 85% dos que visitaram têm conhecimento de que as Cataratas são uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza. Entre os visitantes, a metade também afirmou que isso influenciou a viagem, confirmando o alcance e a importância da campanha Vote Cataratas, que resultou na conquista do título, em 2011.

O que falta
Um número alto (41%) dos visitantes respondeu que gostou de tudo em Foz do Iguaçu. Mas 23% criticaram aspectos como limpeza pública, acesso ao transporte público e trânsito.

Os visitantes também opinaram que a cidade deve melhorar a programação cultural e oferecer mais shows e opções gastronômicas fora dos hotéis.

Fonte:Approach