Turismo

Home/ Notícias Online/ Turismo/ Prefeitura de Salvador lança o...

Prefeitura de Salvador lança oficialmente Carnaval 2012 ao mercado nacional

Publicada em : 14/10/2011

Maior festa de rua do planeta acontece entre os dias 15 e 21 de fevereiro e fará uma homenagem ao centenário do escritor baiano Jorge Amado

A Prefeitura de Salvador lança oficialmente, no próximo dia 19, o Carnaval 2012 ao mercado nacional. Voltado para o trade turístico, produtores culturais, imprensa, além de profissionais da área de marketing e entretenimento, o evento acontece na Estação São Paulo, na capital paulista.

No próximo ano, a maior festa de rua do mundo – conforme o Guiness Book – acontece entre os dias 15 e 21 de fevereiro e fará uma homenagem ao escritor baiano Jorge Amado, quando ele completaria 100 anos de vida. O tema “O País do Carnaval” foi definido, em julho, pela Empresa Salvador Turismo (Saltur) e pelo Conselho do Carnaval.

De acordo com o presidente da Saltur, Cláudio Tinoco, durante os 7 dias de folia, são esperados 2 milhões de pessoas (500 mil turistas nacionais e internacionais) nos 25 km de avenidas, ruas e praças de Salvador, a geração de mais de R$ 1 bilhão de negócios e a taxa de ocupação hoteleira entre 90% e 100%. “A Prefeitura vem adotando várias ações integradas com todos os órgãos que atuam diretamente na organização, fiscalização e operacionalização da festa, além de manter o diálogo com as entidades carnavalescas e os artistas locais”.

Homenagem

O centenário do escritor baiano Jorge Amado será o grande homenageado no Carnaval de Salvador no próximo ano. Jorge Leal Amado de Faria nasceu em Itabuna, no Sul do Estado, em 10 de agosto de 1912, e faleceu em Salvador em 6 de agosto de 2001. Foi um dos mais famosos e traduzidos escritores brasileiros de todos os tempos, cuja obra foi publicada em 49 idiomas e em 52 países, influenciando na construção da imagem da Bahia nacional e internacionalmente. A obra literária de Jorge Amado ganhou inúmeras adaptações para o cinema, o teatro e a televisão, além de ter sido tema de escolas de samba por todo o Brasil.

O escritor abordou o Carnaval em muitos aspectos da sua obra, desde o primeiro romance “O País do Carnaval”, publicado em 1931, passando pelo conto “História do Carnaval” publicado em 1945, e por personagens como Vadinho em “Dona Flor e Seus Dois Maridos”, de 1966 – estrelado no cinema dez anos depois por Sônia Braga, José Wilker e Mauro Mendonça.

Fonte:Saltur