Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Obesidade infantil

Obesidade infantil

Publicada em : 18/07/2011

Pode ser fator determinado pelo comportamento dos pais

Pesquisas revelam que crianças e adolescentes filhos de mães com sobrepeso têm 3,8 vezes mais chance de desenvolver a obesidade. Quando ambos os pais estão acima do peso essa probabilidade é seis vezes maior. Os estudos também apontam que adolescentes com mães ou ambos os pais envolvidos em atividades esportivas apresentaram maior predisposição a prática de esportes.

As constatações são do pesquisador e professor da Universidade Norte do Paraná (Unopar), Juliano Casonatto, mestre em Educação Física. Para o especialista, a relação da obesidade está diretamente relacionada ao comportamento dos pais. "Percebemos que pais obesos, na maioria das vezes, têm filhos obesos. Não tem como essas crianças viverem num ambiente propenso à obesidade sem serem influenciadas", diz Casonatto.

Um estudo feito com adolescentes de escolas particulares de Presidente Prudente, no oeste do estado de São Paulo, com 691 jovens entre 11 e 17 anos apontou que 14,8 deles apresentam obesidade abdominal. A pesquisa revelou que quando a mãe apresenta sobrepeso, a criança tem 3,8 vezes mais chance de também ter excesso de peso na adolescência. Se ambos os pais tiverem problemas com o peso, o filho terá 6 vezes mais chance de ser um adolescente com excesso de peso.

Outra pesquisa realizada por Casonatto revela a influência dos pais na freqüência da atividade física dos filhos. Adolescentes com mães ou ambos os pais envolvidos em atividades esportivas apresentaram maior engajamento em atividades físicas. A pesquisa ouviu mais de mil adolescentes entre dez e 17 anos. "Esse pode ser um estímulo ao combate a obesidade. Pais que praticam esportes incentivam os filhos a fazerem o mesmo e terem uma vida mais saudável", afirma o pesquisador.

Fonte:Universidade Norte do Paraná (Unopar)