Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Consenso sobre Dor Oncológica ...

Consenso sobre Dor Oncológica é lançado no Brasil

Publicada em : 19/12/2014

Objetivo é chamar a atenção sobre os sintomas e tratamentos da dor associada ao Câncer


De todos os sintomas que um paciente com diagnóstico de câncer apresenta, a dor é o mais temido. Apesar disso, pouca atenção tem sido dada ao tratamento da dor oncológica quando comparada aos avanços tecnológicos no controle do câncer. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a dor acomete 60 a 80 % dos pacientes com câncer, sendo 25 a 30% na ocasião do diagnóstico e 70 a 90% com doença avançada. Esses dados levaram a OMS a declarar a dor associada ao câncer uma Emergência Médica Mundial. Para amenizar esse cenário e promover a melhora da qualidade de vida dos pacientes que sofrem com a dor, a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) lançou seu 1º Consenso de Tratamento da Dor Oncológica, que mostra sugestões de abordagens e medidas de tratamentos adequados.

“Grande parte dos pacientes que têm câncer sofrem com dores fortes, agudas ou crônicas, consequentes do tratamento ou até mesmo da própria doença. Por isso, é importante capacitarmos cada vez mais os profissionais de saúde na perspectiva de melhorar os serviços prestados e a condição de vida dos que estão acometidos pela enfermidade”, explica Evanius Wiermann, oncologista e presidente da SBOC.

Sob a coordenação da SBOC, e com o apoio da farmácia Mundipharma, a elaboração do material reuniu renomados médicos com especialização no tratamento da dor e/ou cuidados paliativos, e é o primeiro relacionado ao tema feito pela Sociedade no Brasil. O documento está disponível para acesso no site da SBOC http://www.sboc.org.br/consenso-da-dor-oncologica/.

Participaram da elaboração do Consenso:

·         Dr. Evanius Wiermann, oncologista e Presidente da SBOC

·         Dr. Ricardo Caponero, oncologista da Clínica de Oncologia Médica - Clinonco, São Paulo

·         Dra. Maria del Pilar Estevez Diz, coordenadora médica da oncologia clínica do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo

·         Dr. Roberto Bettega, oncologista e presidente da Academia Nacional de Cuidados Paliativos, Curitiba

·         Dra. Andreza Souto, oncologista da clínica OncoVida, Brasília

·         Dr. Paulo Sergio Lages, oncologista da Centro Goiano de Oncologia, Goiânia

·         Dra. Carolina Zau Araújo, oncologista da Santa Casa de Misericórdia de Maceió, Maceió

·         Dr. Barry Cole, Psiquiatra especialista no Manejo da Dor, Associação Psiquiátrica de Nevada, EUA

Fonte:Edelman Significa