Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ O ator americano Hugh Jackman ...

O ator americano Hugh Jackman está com Câncer de pele pela terceira vez

Publicada em : 18/11/2014

Sociedade Brasileira de Dermatologia informa como prevenir a doença


Em novembro de 2013 o ator Hugh Jackman, conhecido no cinema por interpretar o personagem Wolverine (do filme X-Men), revelou que estava em tratamento por causa de um um carcinoma basocelular (células cancerosas que crescem na superfície da pele). Câncer de pele muito comum em pessoas de pele clara. Ele postou nas redes sociais uma foto em que aparece com um curativo no nariz e fez apelo a seus fãs, ressaltando a importância de visitar um dermatologista e usar protetor solar sempre.

Em maio deste ano, o ator novamente usou seu perfil para falar que está tratando outro carcinoma basocelular. O ator esteve em um consultório médico e divulgou imagem com curativo no nariz.

O ator se submeteu a tratamento do terceiro câncer de pele neste mês e fez declarações: "Meu câncer de pele é um carcinoma de células basais, que de todos os cânceres de pele, é o menor. Mas é preciso tomar muito cuidado, pois ele cresce", disse.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia endossa a recomendação do ator e ressalta que a prevenção é fundamental, principalmente em pacientes de risco. “A exposição ao sol de forma inadequada pode trazer inúmeros prejuízos à saúde, além de ser responsável pelo câncer de maior incidência no Brasil, o câncer da pele. Se uma pessoa tem qualquer um dos fatores de risco que podem levar a doença deve ficar sempre atenta”, alerta o Dr. Marcus Maia, Coordenador do Programa Nacional de Combate ao Câncer da Pele.

A SBD ainda ressalta a importância de checar com o dermatologista pelo menos uma vez por ano para se precaver dos “novos sinais” na sua pele, como suas pintas, sardas, verrugas, mancha, caroço etc, pois como no caso no Hugh Jackman, o câncer pode aparecer mais de uma vez. “Não adianta curarmos um melanoma e depois não utilizarmos as devidas formas de prevenção ao sol”, explica o Dr. Marcus Maia.

Entre os chamados pacientes de risco podemos destacar:

-  Pessoas com histórico de câncer de pele na família;

-  Indivíduos com pele muito clara, que costuma ficar com vermelhidão e nunca bronzeia;

-  As pessoas com cabelos claros;

-  Com olhos claros;

-  Que possuem pintas pelo corpo;

-  Que já sofreram queimaduras pelo sol;

-  Que possuem sardas na face e/ou ombros;

-  Que já tiveram câncer da pele;

-  Que ficaram expostas por um longo período ao sol sem proteção;

-  Que possuem pinta que muda de cor;

-  Que tem feridas que não cicatrizam;

-  Os idosos.

-  Os albinos.


Quem tiver um ou mais destes fatores deve fazer um exame médico preventivo com o dermatologista.

Todos os anos, no último sábado do mês de novembro, a SBD realiza o Dia Nacional de Combate ao Câncer da Pele, quando promove exames gratuitos preventivos para Câncer da Pele por todo o Brasil. Neste ano, a data é comemorada no dia 29 de novembro.

Em 2013, foram mais de 35 mil pessoas examinadas e a SBD constatou que 57% dos pacientes pertenciam ao grupo de risco que inclui pessoas que possuem alguns dos fatores que podem levar a doença. O dado mais alarmante foi com relação ao diagnóstico da doença, 12,6% dos pacientes estavam com Câncer da Pele. 

O câncer de pele, diferente de outras formas de câncer (mama, próstata, colo de útero, etc), porque pode ser evitado pelo indivíduo (prevenção primária) através da orientação para a prática da fotoproteção adequada. Não só com o uso regular do protetor solar com FPS mínima de 30, mas a também com a adoção de medidas simples mas que são eficientes para a proteção solar, como o uso de sombrinhas, chapéus, bonés e camisetas chamada fotoproteção têxtil.

Calculadora de risco para câncer da pele

A Sociedade Brasileira de Dermatologia disponibiliza gratuitamente, em seu portal na internet uma Calculadora de Riscos para o câncer da Pele. Por meio dessa ferramenta, qualquer pessoa, pode responder a um questionário desenvolvido pelos especialistas da SBD e avaliar as chances de desenvolver a doença no futuro. É um instrumento importante para orientar a população a procurar atendimento médico.

Acesse a Calculadora de Riscos para Câncer da Pele

http://www.sbd.org.br/campanha/cancer/calculadora.aspx
Atenção: a calculadora possui apenas caráter informativo. Os dados obtidos a partir da ferramenta não constituem diagnóstico e não substituem, em nenhuma hipótese, a consulta a um dermatologista.

Fonte:Sociedade Brasileira de Dermatologia/ Age Imagem