Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ SP ganha 1ª central online de ...

SP ganha 1ª central online de vagas de UTI pelo SUS do Brasil

Publicada em : 07/07/2011

Unidade totalmente informatizada, na capital paulista, irá agilizar a disponibilização de leitos de emergência e cirurgias para pacientes graves

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo entregou nesta quinta-feira, 7 de julho, a primeira central online de vagas de urgência e emergência pelo SUS (Sistema Único de Saúde) do Brasil. O objetivo é monitorar a disponibilidade e agilizar a transferência de pacientes com quadros graves e que precisam ser internados em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) ou realizar procedimentos complexos, como cirurgias cardíacas e neurológicas. O governador Geraldo Alckmin e o secretário de Estado da Saúde, Giovanni Guido Cerri, visitaram a central pela manhã.

A Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), irá gerenciar todo o fluxo de urgência e emergência na Grande São Paulo, interior e litoral do Estado. Em tempo real, a Cross será ponto de contato de todos os hospitais e serviços de saúde que atendem pelo SUS no Estado. Na capital paulista e em algumas cidades paulistas há centrais que regulam a transferência de pacientes entre hospitais do município, mas havendo necessidade de oferta de vagas inter-regional, a central da Secretaria é acionada.

Serviços
As solicitações poderão ser feitas por telefone ou via portal na Internet, e classificadas segundo grau de risco, numa escala de um a quatro. As classificadas como grau 1 terão atendimento em até uma hora. As avaliadas como grau 2, em até três horas. As de grau 3, em até seis horas, e as de grau 4 (com baixo risco) são atendidas em até 12 horas. Caberá ao serviço de saúde de origem transportar o paciente até o novo local onde a vaga foi encontrada.

Consultas
Além de plantonistas 24 horas para a regulação das urgências e emergências, a Cross também contará com uma central de atendimento específica para as marcações de consultas ambulatoriais, gerenciando todo o fluxo de atendimento nas unidades de saúde municipais, ambulatórios e demais hospitais vinculados ao SUS.

Fonte:Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo