Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ HCor busca voluntários para pe...

HCor busca voluntários para pesquisa clínica

Publicada em : 03/05/2013

Hospital realizará pesquisa que relaciona cirurgia bariátrica com o controle da hipertensão


O IEP (Instituto de Ensino e Pesquisa) do HCor - Hospital do Coração, em São Paulo, iniciou o cadastramento de voluntários para realização de pesquisa clínica cujo objetivo é estabelecer a eficácia da cirurgia bariátrica para o controle da hipertensão arterial em pacientes obesos. Os voluntários, entre 18 e 65 anos, devem ter obesidade grau 1 ou 2 - quando o IMC (Índice de Massa Corpórea) fica entre 30 e 39.9, e fazerem uso de pelo menos duas medicações contra a pressão alta em doses plenas.

"Serão estudados dois grupos de 30 pessoas com objetivo de comparar a eficácia de dois tratamentos. Um grupo irá se submeter ao Bypass gástrico (gastroplastia com desvio intestinal em “Y de Roux”), enquanto os demais continuarão controlando a pressão com medicação e orientação dietética", diz o cirurgião bariátrico Dr. Carlos Aurélio Schiavon, um dos coordenadores do projeto.

Estima-se que 75% dos pacientes hipertensos recorram a duas medicações para o controle da doença, o que não só interfere no orçamento, como impõe dificuldades de adesão, acesso ao tratamento e efeitos colaterais indesejados

"Apesar de pesquisas internacionais atestarem os benefícios da cirurgia bariátrica no tratamento do diabetes, do colesterol e da apneia do sono, ainda faltam evidências mais robustas aconselhando o mesmo procedimento no caso da hipertensão", lembra o Dr. Otávio Berwanger, diretor do IEP. A pressão alta acomete 30 milhões de brasileiros, está relacionada à obesidade e é fator de risco para o infarto e o AVC (Acidente Vascular Cerebral),  as duas principais causas de morte e incapacidade no país.

O estudo será realizado de forma randomizada, isto é quando as intervenções propostas são escolhidas aleatoriamente, e se espera com este tipo de estudo a demonstração de evidências científicas confirmando o efeito benéfico da cirurgia nos pacientes obesos e hipertensos. Trata-se do primeiro estudo que aborda esta questão com este formato no mundo, considerado o modelo ideal de pesquisa para avaliarmos o efeito de um determinado tratamento.

Senão bastasse a dificuldade das pessoas em perder peso por envolver mudança nos hábitos de vida, como a reeducação alimentar e a prática regular de exercícios, argumenta o Dr. Schiavon, hoje não há mais do que duas opções de medicação específicas para perda de peso no mercado brasileiro. Enquanto isso, a epidemia da obesidade cresce. Estudos da Organização Mundial da Saúde estimam 2,3 bilhões de pessoas com excesso de peso e 700 milhões de obesos no mundo em 2015. Hoje são 30 milhões de obesos somente no Brasil.

"Buscamos com a cirurgia resolver mais de um problema de uma única vez, além de diminuirmos a pressão e o peso, haverá controle de outros fatores de risco, como o diabetes e o colesterol. Nosso objetivo primário é reduzir em até 30% o uso dos medicamentos, mas o paciente poderá até ficar sem as medicações", complementa a pesquisadora Anna Maria Buehler, também responsável pelo estudo.

Voluntários - Quem se interessar em participar da pesquisa, que terá dois anos de duração, poderá encaminhar e-mail para estudobariatrica2013@gmail.com. Em seguida, terá de responder um questionário para que seja feita uma triagem pelos pesquisadores. Todos os pacientes, tanto do grupo cirúrgico quanto do clínico, farão a cirurgia, o acompanhamento clínico e os respectivos exames gratuitamente com nossos especialistas.

Fonte:Target