Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Quarto mutirão do Visão do Fut...

Quarto mutirão do Visão do Futuro será realizado neste sábado

Publicada em : 17/06/2011

A estimativa é que 4.980 alunos da rede estadual passem por consultas oftalmológicas nas unidades de saúde conveniadas ao programa

Neste sábado (18/06), será realizado o quarto mutirão do programa Visão do Futuro de 2011 voltado a alunos do Ensino Fundamental das escolas estaduais da Capital. A estimativa é que 4.980 estudantes, com idades entre 6 e 7 anos, passem por consultas oftalmológicas nas unidades de saúde conveniadas ao programa, que é desenvolvido pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (Fussesp) em parceria com as secretarias estadual e municipal da Educação e da Saúde. Durante todo o ano, serão realizados cinco mutirões, que devem atender mais de 20 mil alunos da rede estadual.

Todos os estudantes encaminhados para o mutirão passaram por testes de acuidade visual aplicados em sala de aula por professores habilitados. Na triagem, foram selecionados os que apresentaram dificuldades para leitura. Também foram encaminhados para as consultas os alunos que já usam óculos há mais de um ano. Após a avaliação, caso haja necessidade, as crianças receberão gratuitamente óculos fornecidos pela Receita Federal, parceira do Fussesp no programa neste ano.

O mutirão deste sábado será realizado das 8h às 17h, no Hospital das Clínicas, no bairro Cerqueira César; no Hospital Cema, na Mooca; na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, na Vila Buarque; na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), na Vila Mariana; no Instituto de Oftalmologia Tadeu Cvintal, no Ipiranga; no Instituto Suel Abujamra, na Aclimação; e no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) Leste - Santa Marcelina, em Itaquera.

Os alunos devem ir acompanhados dos pais ou responsáveis e apresentar a ficha de encaminhamento gerada pelo sistema Visão do Futuro da Secretaria de Estado da Educação. Os estudantes e seus pais terão transporte e lanche fornecidos pela Secretaria.

Fonte:Secretaria de Estado da Educação