Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Brasileiros são os mais consci...

Brasileiros são os mais conscientes na hora de largar o cigarro

Publicada em : 30/05/2011

Estima-se que no ano de 1989, 33% da população era fumante; hoje em dia, esse índice – embora ainda alto – caiu para aproximadamente 17%

No próximo dia 31 é celebrado o Dia Mundial Sem Tabaco, uma data na qual os brasileiros devem lembrar a importância de se deixar o hábito de fumar. De acordo com o pneumologista Dr. José Jardim, professor livre docente da Faculdade de Medicina da UNIFESP, o Brasil apresenta o maior índice de pessoas que largaram o cigarro nos últimos anos. Estima-se que entre o total dos fumantes brasileiros, de 20 a 40% desenvolverão a DPOC – Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica. O tabagismo é responsável por 80% dos casos da doença que, globalmente, já afeta 210 milhões de pessoas e estima-se que até 2020 será a terceira causa de mortes no mundo.

Para o Dr. José Jardim, o tabagismo é a causa da maior parte dos problemas respiratórios e está associado a 53 doenças, entre elas, o câncer de pulmão e a DPOC. Em 95% dos casos, os danos no tecido pulmonar causados pelo cigarro são irreversíveis, mesmo que a pessoa tenha parado de fumar há muitos anos. Por isso, o dia 31 de maio é uma data importante para chamar a atenção da sociedade aos efeitos positivos de campanhas e medidas do governo.

A DPOC engloba a bronquite crônica e o enfisema pulmonar. É uma doença de evolução progressiva que se desenvolve após a exposição prolongada dos brônquios (estrutura que leva o ar para dentro dos pulmões) às substâncias tóxicas contidas na fumaça inalada do cigarro. Estudos comprovam a eficácia de um novo medicamento, antibiótico Avalox (moxifloxacino, da Bayer HealthCare Pharmaceuticals) nas exacerbações infecciosas respiratórias. Procure seu médico para obter mais informações e não use medicamento sem consultá-lo.

Fonte:Burson-Marsteller