Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Cuidados básicos em salões de ...

Cuidados básicos em salões de beleza ajudam a evitar diversos problemas de saúde

Publicada em : 27/09/2011

Fazer as mãos e os pés em manicure, hábito semanal para milhares de mulheres, as expõe a diversos problemas de saúde

As hepatites do tipo B e C são a maior ameaça. O que muita gente não sabe é que essas doenças virais, que podem levar à cirrose hepática e ao câncer do fígado, atingem milhares de pessoas no Brasil e são transmissíveis pelo contato com o sangue contaminado, o que levou o Instituto Brasileiro de Auditoria em Vigilância Sanitária – Inbravisa a abordar mais uma vez este tema.

A solução é procurar salões de beleza que seguem à risca as regras de higiene da Vigilância Sanitária ou carregar a tiracolo seu próprio kit manicure. Uma recente pesquisa divulgada pela Secretaria de Saúde de São Paulo, que mostra a alta incidência de manicures contaminadas com hepatite B ou C, assustou clientes de salões de beleza em todo o país. Segundo esta pesquisa uma em cada 10 profissionais da capital paulista está contaminada por falta de medidas de prevenção. Além dos vírus das hepatites B e C, o mau uso de instrumentos pode causar infecções, micoses e até transmitir o vírus HIV, embora este seja um risco pequeno.

Os materiais metálicos devem ser esterilizados em autoclaves — aparelhos de esterilização por alta pressão e calor úmido — e todos os outros objetos precisam ser descartáveis. Um procedimento recomendado para as manicure consiste em usar no lugar de bacias com água quente, luvas de plástico com cremes especiais para hidratar, desinfetar e amolecer a pele de mãos e pés, para evitar contágio de bactérias e facilitar o trabalho das profissionais. Além disto manter a vacinação em dia, principalmente contra hepatite B, e usar luvas de látex durante os procedimentos é fundamental para as manicures, conclui Rui Dammenhain, especialista em vigilância sanitária e diretor do Inbravisa.

Fonte:Inbravisa