Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Hemonúcleo Regional de Jaú faz...

Hemonúcleo Regional de Jaú faz apelo à população

Publicada em : 12/09/2011

Unidade precisa de doações com urgência

O estoque de sangue do Hemonúcleo Regional de Jaú está em estado crítico. A necessidade de reposição de hemocomponentes, que é constante, atualmente tem caráter de urgência de todos os tipos sanguíneos. De acordo com o coordenador-técnico do Hemonúcleo, Francisco Martins da Costa Filho, a unidade atende nove municípios e 11 hospitais da região de Jaú, sendo o Amaral Carvalho o que mais utiliza bolsas de sangue. “Referência no tratamento oncológico, este hospital possui um dos maiores serviços de Transplante de Medula Óssea (TMO) do país. Os pacientes que fazem quimioterapia e transplante de medula precisam de muitas transfusões de sangue, por isso nosso estoque está sempre no limite mínimo”, explica.

Francisco pede que a população de Jaú e região compareça ao Hemonúcleo para doar. "Ao dedicar parte de seu tempo para doar sangue (em média 40 minutos), o doador ajuda a salvar a vida de até três pacientes diferentes. Por isso, aproveite o fim de semana para ser solidário e colabore com o Hemonúcleo", completa. Para doar é preciso— Estar em boas condições de saúde e descanso; — Ter entre 18 e 67 anos (menores, a partir dos 16 anos podem doar acompanhados de um dos pais ou responsável legal. Maiores de 65 anos só podem doar se já doaram antes dos 60 anos);— Pesar no mínimo 50kg;— Estar alimentado (mas evite ingerir alimentos gordurosos);— Apresentar documento oficial de identidade com foto;— Não ter tido hepatite após os 10 anos de idade;— Não estar utilizando medicamentos;— Não estar resfriado ou com gripe;— Não ter tido doença de Chagas, Sífilis, Malária ou ser soropositivo de AIDS;— Não ter feito tatuagem ou colocado piercing nos últimos 12 meses;— Se mulher, não estar grávida ou amamentando.

Serviço
Hemonúcleo Regional de Jaú - Hospital Amaral Carvalho
Rua Dona Silvéria, 150 - Jaú
Tel. (14) 3602-1356

Fonte:Fundação Dr. Amaral Carvalho