Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Procura por teste de HIV cresc...

Procura por teste de HIV cresce 36% em SP

Publicada em : 16/08/2011

Mulheres representam apenas um terço dos atendidos em centro estadual de referência na capital paulista

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aponta que o número de testes gratuitos de HIV realizados no Centro de Referência em DST/Aids, na capital paulista, no primeiro semestre deste ano foi 36% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.

Entre janeiro e junho deste ano, 3.407 passaram por testagem na unidade, contra 2.503 nos seis meses iniciais de 2010. O número de resultados positivos representou neste ano 4,8% do total de testes realizados. No primeiro semestre do ano passado esse índice foi de 6,6%.

As mulheres representam apenas 30% da procura pela sorologia neste ano. Neste ano, de janeiro a junho, 1.023 mulheres passaram pelo exame, contra 2.384 homens. O cenário foi equivalente em 2010, quando 720 mulheres realizaram o exame (31%), contra 1.783 homens participantes.

“As mulheres com parceiro único não se consideram vulneráveis ao HIV, mas é importante que todas as pessoas com vida sexual ativa façam o teste. O diagnóstico precoce é extremamente importante na garantia da qualidade de vida dos portadores da doença”, recomenda Maria Clara Gianna, diretora do Programa Estadual de DST/Aids.

Os óbitos por Aids no Estado de São Paulo tiveram uma redução entre 1995 e 2008, passando de 22 casos para 8 por 100 mil habitantes. Mas segundo dados da Vigilância Epidemiológica Estadual, 50% dos óbitos decorrentes da Aids estão relacionados ao diagnóstico tardio da infecção.

O teste anti-HIV é gratuito e disponível em toda a rede pública de saúde do Estado, pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Para obter informações sobre o local de oferta do serviço, basta ligar para o Disque DST/Aids – 0800 16 25 50.

Fonte:Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo