Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Diabéticos são mais suscetívei...

Diabéticos são mais suscetíveis a problemas de visão. Saiba por que

Publicada em : 20/11/2019

Entre as principais doenças relacionadas está a retinopatia diabética, condição que pode causar cegueira irreversível


Todos precisam cuidar da saúde dos olhos, no entanto, alguns precisam redobrar os cuidados, especialmente quem sofre de doenças que podem favorecer o aparecimento de problemas de visão e até mesmo provocar cegueira. É o caso do diabetes. E as pessoas que apresentam o diabetes do tipo 1 são as que mais podem sofrer com enfermidades da visão. “No caso da retinopatia diabética os números podem chegar a 90% dos portadores de diabetes tipo 1 e 60%, do tipo 2, em casos de pacientes com mais de 10 anos da doença”, explica o oftalmologista do Hospital CEMA, Antônio Sérgio Franca Neves. Segundo ele, entre os principais fatores para o desenvolvimento da retinopatia diabética estão o tempo da doença e os altos níveis de glicemia.

A retinopatia diabética consiste em uma alteração na rede vascular da retina (tecido neurológico que cobre a parte interna do olho), o que provoca uma incapacidade na função de transformar estímulos luminosos em impulsos elétricos, essencial para que o cérebro interprete as imagens. Esse problema acontece por causa do desequilíbrio nos níveis glicêmicos. Os diabéticos do tipo 1 são os mais afetados, pois nessa versão a doença é mais agressiva. Enquanto na diabetes tipo 2 o corpo produz quantidades insuficientes de insulina, na diabetes tipo 1 não existe produção desse hormônio pelo organismo. “O tipo 1 é de mais difícil controle, pois, na grande maioria das vezes, o paciente é portador da doença desde a infância. Vale lembrar que o diabetes é a principal causa de cegueira entre a população economicamente ativa”, detalha o médico do CEMA.

A melhor forma de prevenir doenças na visão, causadas pelo diabetes, é fazer exames regulares. “Todo paciente diabético precisa fazer um exame oftalmológico anual, já que, muitas vezes, mesmo sem sintomas, a retinopatia pode já estar instalada. É importante que se faça, dessa forma, um controle rigoroso dos índices de glicemia e acompanhamento multidisciplinar, principalmente junto ao endocrinologista”, afirma o especialista. Quando a doença apresenta sintomas, o quadro pode variar de uma discreta queda na acuidade visual até uma cegueira total súbita. Além dos exames preventivos, é importante melhorar os hábitos, por meio da prática de atividade física, alimentação saudável, perda de peso e controle de doenças associadas, como a hipertensão arterial.


Sobre o CEMA
Referência no atendimento especializado de olhos, ouvidos, nariz e garganta há mais de 40 anos, o Hospital CEMA atende os mais variados planos de saúde e clientes particulares. O Hospital mantém a unidade e o pronto-atendimento funcionando 24 horas, 7 dias por semana.  Possui ainda clínicas de especialidades complementares em neurologia (dor), fonoaudiologia, medicina do sono, disfunção temporomandibular, cirurgia plástica estética, orientação nutricional, odontologia e ortodontia, com atendimento exclusivo com hora marcada, além de unidades ambulatoriais em todas as regiões de São Paulo, em São Bernardo do Campo, no ABC, e Guarulhos.
Para mais informações sobre o Hospital e seu braço social, o Instituto CEMA, acesse: http://www.cemahospital.com.br

Fonte:Agência NB