Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Acima do peso

Acima do peso

Publicada em : 04/08/2017

A obesidade ou sobrepeso já atingem 51% dos adultos no Brasil. Entre crianças, esse número é de 15%


A obesidade se posiciona atualmente com um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. Segundo previsões da Organização Mundial da Saúde (OMS), no ano de 2025, mais de 700 milhões de pessoas estarão obesas, e aproximadamente 2,3 bilhões de apresentem quadros de sobrepeso.

Atualmente no Brasil, mais de 51% da população está acima do peso ou obesa, e entre as crianças, esse número é alarmante: aproximadamente 15% já apresenta quadros de sobrepeso e obesidade, e está mais propensa a desenvolver doenças associadas, como problemas cardiovasculares e diabetes tipo 2, por exemplo, segundo dados da pesquisa VIGITEL, do DATASUS.

Com o compromisso de reduzir a expansão dessa epidemia, o governo brasileiro assumiu recentemente algumas medidas: adotar políticas de saúde pública e segurança alimentar e nutricional, reduzir o consumo de refrigerantes e sucos artificiais e incentivar e ampliar o consumo de frutas e hortaliças pela população adulta.

Tratando a obesidade
É possível reverter quadros de obesidade. Atualmente, a cirurgia bariátrica é uma opção muito segura para a redução de peso e o tratamento de doenças associadas à obesidade. O Brasil é o segundo país em número de cirurgias bariátricas realizadas no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.
Segundo Enrico Fonseca, cirurgião bariátrico, o tratamento deve começar antes da indicação cirúrgica. “A primeira coisa a fazer é procurar um médico endocrinologista, um nutricionista e um educador físico para iniciar o tratamento clínico da obesidade e das doenças associadas”, explica. Caso a abordagem clínica não tenha resultados muito satisfatórios, a indicação para a cirurgia entra em pauta.

Ao mesmo tempo em as técnicas cirúrgicas se tornam cada vez mais seguras, centros de excelência em cirurgia Bariátrica têm se consolidado como locais aptos a oferecer práticas administrativas e assistenciais adequadas às mais recentes regulações de boas práticas na especialidade à pacientes elegíveis ao procedimento.

Segundo Fonseca, “estar num centro de excelência significa que tanto o hospital e o cirurgião se preocupam e se dedicam à qualidade e segurança no atendimento ao paciente bariátrico e é importante assumir esse compromisso”.

Fonte:Assessoria de Imprensa Hospital viValle