Saúde

Home/ Notícias Online/ Saúde/ Dicas de alimentação

Dicas de alimentação

Publicada em : 21/07/2011

Confira sugestões para as crianças em julho

Criançada de férias. Hora de gastar energia, brincar, correr, descansar, ou seja, aproveitar cada instante. Há um detalhe do qual os pais não podem descuidar: a alimentação, pois os resultados podem ser prejudiciais. Abaixo, seguem algumas dicas das professoras do curso de Nutrição da Faculdade Santa Marcelina - Irani Gomes dos Santos e Priscila Costa Guedes:

· Ofereça muito líquido para hidratar os pequenos durante o dia. Use e abuse de água, sucos naturais e de verduras e, água de coco. Evite refrigerantes e refrescos em pó;

· Evite oferecer alimentos e guloseimas a todo instante para a criança. Estipule um intervalo de três a quatro horas entre as refeições;

· Reorganize os horários das refeições de acordo com as atividades a serem desenvolvidas durante o dia;

· Caso acordar mais tarde, não faça do almoço sua primeira refeição: coma alguma coisa leve antes (frutas ou suco natural) e depois siga o fracionamento adequado 3 a 4 horas;

· Saiba escolher o que você deve ou não comer no café da manhã, principalmente em hotéis. Evite croissants, bolos recheados, biscoitos, queijos amarelos e frios embutidos (presunto, mortadela, copa). Prefira frutas, pães integrais, queijos brancos (ricota ou cottage) e uma geléia de frutas;

· No dia, em que a programação incluir passeios longos, o almoço sempre fica para mais tarde. Então, leve um lanchinho na bolsa para enganar a fome. Pode serfruta, suco natural de caixinha ou barra de cereal;

· No hotel ou durante os passeios nos restaurantes, as refeições, na maior parte dos casos, são self-service. Então, cuidado para não exagerar no prato das crianças. Nessa hora, procure servir pequenas porções, estimular a mastigação para que seja feita devagar e deixando –os à vontade para finalizar na hora em que sentir-se satisfeitos;

· Nos restaurantes não aceite o couvert. No lugar dele peça uma boa salada, como entrada;

· No clube, evite os salgadinhos. Prefira frutas ou picolé de frutas, porção de salada de frutas. Esqueça os petiscos engordurados, como empanados, amendoins e linguiça. Prefira os cubinhos grelhados de carne magra, frango ou peixe;

· Tenha sempre um “kit emergencial” para a fome: frutas, barra de cereal, biscoitos ou bolos simples embalados individualmente, entre outros;

· Chegada à hora da parada para o lanche da tarde. Uma ótima opção são os bolos: cenoura, laranja, limão, coco, chocolate, entre outros. Abuse da sua criatividade e mescle os sabores, tornado os bolos mais atrativos;

· Outra opção para a tarde é bater um copo de leite com uma bola de sorvete e uma fruta;

· Já que você tem mais tempo disponível, por que não experimentar fazer aquela receita divertida e saudável? Assim, poderá incorporá-la em seu planejamento alimentar e até mesmo levar os pequenos para colocar a mão na massa.

Fonte:Ricardo Viveiros & Associados – Oficina de Comunicação