Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Carnaval 2015

Carnaval 2015

Publicada em : 14/01/2015

Subprefeito da Penha reúne parceiros

divulgação
O Subprefeito da Penha, Pedro Guastaferro Junior, recebeu na quarta-feira, dia 7 de janeiro, os parceiros que anualmente somam esforços para organizar a mais antiga e tradicional festa carnavalesca da cidade de São Paulo: o Carnaval da Vila Esperança, na Penha. “Com mais de oitenta anos de existência, é o segundo maior em quantidade de público, abaixo apenas do desfile do Anhembi”, esclarece o Subprefeito.

Este ano, a festa acontece nos dias 14, 15 e 16 de fevereiro na avenida Alvinópolis, em frente à estação Vila Matilde do Metrô. Estima-se a participação de mais de 60 mil pessoas nos três dias de desfile. Para tanto, fazem parte da organização: a Subprefeitura Penha, São Paulo Turismo (SPTuris), São Paulo Transporte (SPTrans), Metrô, Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana (GCM), União das Escolas de Samba Paulistanas (UESP), e agentes da Saúde, que deverão distribuir panfletos sobre a prevenção da DST/Aids e Dengue.

A grande novidade deste ano é a retomada de uma antiga tradição do Carnaval da Vila Esperança: a Batalha de Confetes. Criada há mais de 20 anos para integrar as escolas que na época disputavam o concurso carnavalesco, será realizada no domingo que antecede a abertura oficial do Carnaval, dia 8 de fevereiro, a partir das 15h, no espaço destinado à Praça de Alimentação, localizada na rua Atuaí, ao lado do metrô Vila Matilde. A iniciativa partiu da Subprefeitura Penha, Centro de Cultura da Penha, CEUs e da Diretoria Regional de Ensino da região (DRE). A festa deverá contar com a participação das famílias, jovens e blocos carnavalesco do bairro, surgidos há tempos a partir da Batalha de Confetes.

Para tornar o carnaval mais acessível, o Subprefeito apresentou um croqui que sugere alguns ajustes em relação aos locais onde deverão ser montados os palcos. As mudanças facilitarão o acesso, visibilidade e conforto do público. Os organizadores elencaram melhorias que deverão ser implementadas para que não hajam problemas de última hora. Dentre as questões abordadas está a documentação necessária para legitimar a festa. 

Nos três dias de folia, desfilam escolas dos grupos Três e de Acesso, que animarão as noites com muito samba no pé, alegria, beleza e arte.  Em breve, a UESP divulgará a programação da festa.

Fonte:Alice Cardoso