Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Vagas para pessoas com deficiê...

Vagas para pessoas com deficiência

Publicada em : 22/05/2013

Programa Via Rápida Emprego, está disponível para moradores da capital e de outros 42 municípios da região metropolitana de São Paulo, interior e litoral


A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo (SDECT), por meio do Programa Via Rápida Emprego, reservou para este ano 1.540 vagas em cursos de capacitação profissional, específicos para pessoas com deficiência. As modalidades, disponíveis para moradores de 43 municípios paulistas, foram definidas em conjunto com a Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência (Avape) e a Associação de Deficientes Visuais e Amigos (Adeva).

Há oportunidades na Capital, região metropolitana de São Paulo, interior e litoral. Entre as opções estão Alimentador de Linha de Produção, Almoxarife e Repositor de Mercadorias, Assistente Administrativo, Assistente de Departamento Pessoal, Auxiliar de Crédito, Logística Básica, Operador de Caixa e Organizador de Eventos (confira mais detalhes na tabela anexada).

O secretário da SDECT, Luiz Carlos Quadrelli, destaca que a oferta de qualificação profissional é um diferencial para o desenvolvimento econômico. “Não basta apenas inserir no mercado de trabalho as pessoas com deficiência. É preciso qualificá-las de acordo com as exigências profissionais. O cidadão qualificado terá melhores condições para conquistar um emprego ou até mesmo abrir o seu próprio negócio”.

Para participar é preciso ter idade mínima de 16 anos, ser alfabetizado e residir no Estado de São Paulo. As inscrições devem ser realizadas somente pelo site www.viarapida.sp.gov.br.  O nível de escolaridade e idade varia de curso para curso. 

Quem não possui acesso à internet, pode procurar os postos do Acessa São Paulo, programa da Secretaria de Gestão Pública do Estado de SP, que conta com profissionais capacitados a oferecer instruções para o preenchimento do cadastro. As primeiras turmas estão previstas para junho. 

Os candidatos selecionados receberão material didático, subsídio de transporte no valor de R$ 150,00 e auxilio alimentação de R$ 100,00. Desempregados, sem seguro desemprego ou benefício previdenciário, também têm direito à bolsa-auxílio mensal de R$ 210,00 durante o período da capacitação. A seleção é feita pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, que considera critérios de idade, escolaridade e renda familiar dos inscritos. Serão priorizados desempregados e mulheres arrimo de família.

Fonte:Secretaria Estadual de Desenvolvimento