Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Proteste detectou insetos vivo...

Proteste detectou insetos vivos em canjicas avaliadas

Publicada em : 09/06/2011

Cinco marcas reprovaram no teste

A canjica de milho, prato típico brasileiro mais consumido no período de festas juninas, foi testada pela Proteste Associação de Consumidores, que encontrou insetos vivos em cinco das 13 marcas. Foram avaliadas a rotulagem, a classificação vegetal, a preferência dos consumidores e a capacidade de expansão para ver o rendimento.

Apresentavam insetos as canjicas das marcas Carrefour, Dular, Fritz e Frida, Kisabor e Máximo. Os grãos dessas marcas até que foram os que menos apresentaram defeitos. Há marca de canjica cuja rotulagem indica ser do tipo 1(a melhor), mas é de má qualidade. A Qualitá, por exemplo, se revelou ser "abaixo do padrão", por exceder o limite máximo de grãos ardidos (aqueles que fermentaram internamente ou queimaram na secagem artificial).

A falta de qualidade dos grãos pode ser explicada pela legislação antiga e permissiva que aceita que a canjica tipo 1 possa ter até 5% de grãos com defeitos. Comparando com feijões, isso é muita coisa: a legislação desse tipo de grão só aceita até 1,5% de defeitos para que o produto seja classificado como tipo 1.

Para se certificar dos resultados, após a desclassificação das cinco marcas a Proteste levou novos lotes dessas canjicas desclassificadas para análise. Somente um dos lotes da Dular, Kisabor e Máximo apresentaram a qualidade necessária para serem do tipo
1. Apesar desses problemas, encontrarams, entre todas as marcas testadas, duas que tinham menos defeitos nos grãos e nada de insetos: Carreteiro e Granfino.
E
A presença de insetos vivos nos grãos tem sido um problema recorrente nos testes feitos pela Proteste. Sem nem perceber, o consumidor leva para casa, guarda na dispensa e, dias depois, toda ela está infestada. Esses insetos acabam migrando para outros alimentos, deixando- os impróprios para o consumo. Para evitar isso o recomendável é na hora da compra observar se há furos na embalagem, que podem ter sido causados por insetos. E em casa, guardar os grãos em potes com tampa que feche hermeticamente, para impedir que possíveis insetos que estejam escondidos no produto saiam e contaminem outros alimentos. É importante anexar no pote etiqueta com a data de validade do produto. Se a dispensa já estiver tomada por insetos, é preciso retirar tudo e limpar bem o local. Os produtos infestados devem ser jogado fora.

Fonte:Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor