Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Socialização de Cães Guias

Socialização de Cães Guias

Publicada em : 16/02/2012

Escola Helen Keller busca voluntários

A Escola de Cães Guias Helen Keller está com vagas abertas para pessoas que desejam se candidatar como voluntário socializador dos cães. A escola é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, sediada em Balneário Camboriú, SC, e a primeira escola da América Latina ligada à Federação Internacional de Cão Guia. Trabalha, graças ao apoio de voluntários, para aumentar de forma significativa a mobilidade e a independência dos portadores de deficiência visual através do auxílio de cães guias e realiza todas as etapas de treinamento com esses animais até a adaptação com as pessoas cegas.

Segundo o treinador da escola, Fabiano Pereira – formado pela escola Seeing Eye Dogs (SEDA) na Austrália, na Fase de Socialização, o filhote vive por cerca de 15 meses com uma família voluntária e esse é um período importantíssimo para o seu treinamento. “Nesses meses, a família, sob nossa supervisão, fará com que o cão aprenda a se comportar e a acostumar com os mais diversos tipos de ambientes e situações de convívio social, como shoppings centers, restaurantes, escritórios, andar de ônibus, subir escadas, elevadores, entre outros. Tudo para que o cão adquira um bom caráter e se torne um adulto equilibrado, capaz de proteger e orientar o deficiente visual”, explica.

Atualmente, existem mais de 1.000 deficientes visuais em todo o país aguardando para receber o auxílio da Helen Keller e o suporte de voluntários socializadores é fundamental para o trabalho. “Todos os custos com o filhote são cobertos pela escola (graças ao apoio recebido através de doações), desde a alimentação até consultas veterinárias. Basta apenas que a família cuide do filhote com amor e o socializem, fazendo o animal participar de atividades sociais”, explica Fabiano.

Depois da fase de socialização, e o cão passar pela fase de treinamento, é realizada uma cerimônia de graduação em que o voluntário entrega o cão ao cego. “É um momento em que o voluntário tem o reconhecimento do seu trabalho e tem a oportunidade de fazer uma ação de bondade que transforma a vida de pessoas portadoras de deficiência visual. Isso é o que chamamos de filantropia, ajudar quem não se conhece”, complementa.

Os interessados podem se inscrever através do site www.caoguia.org.br, preencher o Formulário de Entrevista para o Voluntário Socializador e seguir as instruções de envio. Após esse procedimento, são feitas entrevistas com as famílias e pessoas, para que os avaliadores da escola possam conhecer seus perfis e estilos de vida, e decidir se são capazes de contribuir com a Escola de Cães Guia Helen Keller.  

Fonte:Escola de Cães Guia Helen Keller