Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Feira 1 a 99 Brasil

Feira 1 a 99 Brasil

Publicada em : 03/10/2011

Esse segmento de varejo, as lojas de R$ 1,99, foi um fenômeno que surgiu na esteira do Plano Real

A Feira 1 a 99 Brasil, em sua 23ª edição, realiza-se diante de novas apregoações de uma crise. A necessidade de controle de inflação, a crise econômica mundial e o aumento de preços das matérias primas são alguns dos itens elencados pelo cenário econômico nacional como fatores de “crise”. Mas esta é uma palavra que não assusta o segmento de varejo popular, pois nesses 11 anos de existência, o segmento já viu de tudo. “Somos suscetíveis à crise como qualquer outro segmento, mas está provado que temos muito mais estrutura para enfrentar esta, tal como enfrentamos as demais. A desvalorização do Real, em 1999, o atentado de 11 de setembro de 2001, os apagões e as altas de preços de insumos básicos ao longo desses anos, serviram para nos ensinar a trabalhar com mais afinco e vencer as difuldades”, lembra Eduardo Todres, diretor da feira e empresario do setor.

Para Todres, que promove a feira desde 2000, por representarmos um segmento de negócios, não podemos olhar para situações estanques e pontuais. “Os dados de conjuntura da economia nacional são altamente promissores, se verificarmos o crescimento das classes C e D e seu poder de consumo. Nós temos de pensar no segmento como um todo, pois o certo é que em outubro de 2012 estaremos aqui, trabalhando com afinco para que as lojas de varejo popular prosperem ainda mais. Os dados de conjuntura da economia, com vistas a um futuro próximo, são muito promissores”.

Nos próximos dois anos, cerca de 35 novos shopping centers serão abertos em todo o Brasil, mas as lojas de bairro terão um crescimento exponencial na esteira do crescimento desse tipo de comércio. Uma das razões seriam as elevadas despesas de manutenção dos estabelecimentos nos shoppings. Na mesma proporção, as lojas de varejo popular conseguiram transpor outros momentos difíceis da economia, justamente porque têm um modelo de negócios muito justo. “As lojas populares têm um ciclo de vendas curto, optam por modelos mais simples e buscam preços mais competitivos. Como são mais de 35 mil lojas em todo o Brasil, acabam ganhando em escala e têm condições de vender mais barato e chegar mais perto desse consumidor emergente, que ganha cada vez mais força no varejo”, analisa Todres.

Os empresários empreendedores do varejo popular realmente estão otimistas, pois pautam-se na expectativa da melhor data para o comércio, que é o Natal, mas enxergam uma prosperidade do segmento em crescimento gradual e auto-sustentado.

“Afinal, aqui na Feira 1 a 99 Brasil nós temos a linguagem desse novo consumidor e não é de hoje. Falamos sua lingua porque somos do mesmo segmento econômico”, encerra Todres.

Serviço:
Feira 1 a 99 Brasil - 23ª Edição
De 17 a 20 de outubro de 2011 – das 10h às 20h nos dias 17, 18 e 19/10 e das 10h às 18h no dia 20/10.
Pavilhão Azul do Expocenter Norte
Aberto exclusivamente a lojistas, distribuidores, importadores e representantes
Ingresso grátis - mediante apresentação do CNPJ
www.feira199brasil.com.br

Fonte:Edge Mídia