Notícias

Home/ Notícias Online/ Notícias/ Casos de Dengue

Casos de Dengue

Publicada em : 15/03/2019

Aumento de 149% nos casos requer cuidado dos condomínios

Divulgação
É importante ressaltar que em épocas de chuva e calor é fundamental manter a conscientização dos condôminos sobre a importância de conservar o condomínio livre de focos da dengue, orientar os funcionários a observar cada canto das áreas comuns e sensibilizar a todos, pois pouco adianta a ação isolada de uma pessoa quando o assunto demanda atividade coletiva.

Segundo dados do Ministério da Saúde, neste ano ocorreu um aumento de 149% nos casos de dengue, com 54.777 pessoas infectas — uma incidência alarmante de 26,3 casos por 100 mil habitantes. Ainda há registros de cinco mortes provocadas pela doença, uma no Tocantins, uma em São Paulo, duas em Goiás e uma no Distrito Federal. Em 2018, foram notificados 23 óbitos por dengue.

Os condomínios costumam ser locais muito convidativos para a proliferação desse mosquito, pois possuem um grande fluxo de pessoas, além disso, locais como lajes, calhas e fosso de elevadores também se tornam ambientes propícios para procriação do inseto. Dados da Fundação Nacional da Saúde (Funasa), indicam que 90% dos focos de dengue são encontrados dentro de residências (casas e prédios).

Para locais de grande circulação, como os condomínios, além de uma mobilização geral, é também recomendada a contratação de serviços profissionais em que as pessoas encarregadas da limpeza tenham conhecimento sobre a melhor forma de higienização e qual a frequência ideal para o serviço. Para isso, o mais indicado é a contratação de empresas especializadas, que trabalham com terceirização e oferecem serviços de limpeza para pequenos, médios e grandes condomínios, tanto residenciais como comerciais. Empresas confiáveis possuem funcionários treinados especificamente para este tipo de trabalho, como os auxiliares de limpeza e os auxiliares de serviços gerais. Esses profissionais recebem um treinamento com instruções teóricas e práticas sobre atendimento ao cliente, postura profissional, cronograma das atividades diárias e programadas, tipos de produtos e suas finalidades e, principalmente, conhecem técnicas de higienizar ambientes. Para garantir o bom resultado, esses profissionais possuem encarregados que fiscalizam se o trabalho está sendo desenvolvido de acordo com as instruções.

De qualquer forma, cuidar da limpeza é crucial em todos os lugares. Ter um ambiente sempre limpo e bem-cuidado mantém uma boa aparência, além de afastar insetos e evitar a dengue. Entre as recomendações está recolher o lixo no mínimo uma vez ao dia, lavar cestos e latas de lixo sempre que possível e eliminar locais propícios ao acúmulo de água parada. Medidas como essas afastam o mau cheiro e evitam que ratos e insetos se proliferem nas áreas condominiais. É recomendada ainda a limpeza de áreas de lazer, como salões de festas, parquinhos e playgrounds.
O síndico e os responsáveis pela manutenção do condomínio devem ficar atentos às áreas mais necessitadas de limpeza, porém é dever de todos os condôminos contribuir com a organização e a higiene, tanto de seus apartamentos quanto das áreas sociais para que o local esteja sempre limpo e bem apresentável.

Artigo de Amilton Saraiva, especialista em condomínios da GS Terceirização www.gsterceirizacao.com.br
Divulgação

Fonte:Jornalista Responsável: Euracy Campos