Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Inscrições para V Prêmio Econo...

Inscrições para V Prêmio Econoteen terminam amanhã

Publicada em : 14/07/2011

Estudantes dos 2° e 3° anos do Ensino Médio de escolas públicas do Estado podem se inscrever pela internet

Para participar, cada estudante deve escrever um ensaio sobre o tema “Como você vê a realização da Copa e das Olimpíadas no Brasil e quais as razões para sua posição?”.

Neste ano, o concurso tem como foco os grandes investimentos públicos e privados que a Copa do Mundo de futebol, em 2014, e os Jogos Olímpicos, em 2016, trarão ao Brasil e os impactos socioeconômicos produzidos por esses eventos. O objetivo é estimular os participantes a refletir sobre problemas de natureza econômica e assuntos abordados por economistas e ainda apresentar caminhos que o profissional da área pode seguir.

Os interessados podem se inscrever gratuitamente no site www.fea.usp.br/econoteen/inscricao.php. Após efetuarem essa etapa, os participantes deverão enviar os ensaios completos até o dia 30 de agosto. O trabalho deve ser, obrigatoriamente, uma dissertação inédita e ter de sete a doze páginas. Os inscritos precisam comprovar que são alunos do 2º ou 3º ano do Ensino Médio em escolas públicas da rede estadual ou municipal, no período de realização do ensaio.

A quinta edição do concurso terá prêmios em dinheiro para os ganhadores. Os melhores trabalhos receberão as quantias de R$ 1.500,00 (1º colocado); R$ 1.000,00 (2º colocado); R$ 600,00 (3º colocado); R$ 500,00 (4º colocado) e R$ 400,00 (5º colocado). Os 6º e 7° colocados receberão menção honrosa.

A divulgação dos ganhadores será em outubro. Logo depois, os autores dos sete melhores trabalhos receberão os prêmios em um evento realizado na FEA-USP e poderão ser convidados para uma apresentação oral na faculdade.

Os critérios de correção dos trabalhos não levarão em conta o ponto de vista do autor, e sim o desenvolvimento do texto e a coerência dos argumentos desenvolvidos. Também será avaliada a utilização de conceitos de economia feita pelo estudante. 

Fonte:Secretaria de Estado da Educação