Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Transporte Escolar é reprovado...

Transporte Escolar é reprovado pelo Ipem-SP

Publicada em : 10/08/2012

O Ipem-SP é uma autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e órgão delegado do Inmetro


Em três dias (8 a 10/8), a Operação “Caminho da Escola” do Ipem-SP reprovou 25% dos 118 veículos de transporte escolar (kombis, vans, microônibus e ônibus) fiscalizados na capital.

Dos 8 veículos verificados nesta sexta-feira (10/8), em escolas da região sul da capital, 75% foram notificados. Acesse no site do Ipem-SP (www.ipem.sp.gov.br) o resultado dos dois primeiros dias da operação.

“Finalizamos essa operação com números elevados de reprovações nos cronotacógrafos. Situação que nos preocupa, pois trata-se do transporte de crianças. Vamos intensificar a ação nesse segmento para conscientizar o segmento da importância da verificação desse instrumento”, enfatizou José Tadeu Rodrigues Penteado, superintendente do Ipem-SP.

A ação na porta dos colégios tem a finalidade verificar os cronotacógrafos, popularmente conhecidos como tacógrafos.

Os motoristas devem trafegar com o certificado de verificação do cronotacógrafo, emitido pelo Ipem-SP, que é válido por dois anos, mas precisa ser renovado a cada manutenção do equipamento.

A fiscalização ocorreu nas seguintes escolas: Santa Amália e duas unidades do Montessori, nos bairros da Saúde e Jabaquara.

Os infratores têm dez dias para apresentar defesa à autarquia, e a multa varia entre R$ 100 e R$ 1,5 milhão, dobrando na reincidência. No caso específico dos cronotacógrafos, a multa varia entre R$ 1.500 e R$ 3.000.
 

Fonte:Assessoria de Imprensa do Ipem-SP