Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Como conseguir um emprego no s...

Como conseguir um emprego no setor de petróleo e gás

Publicada em : 12/04/2012

O que vem contando mesmo para as empresas é a experiência profissional e bagagem acadêmica


Mercado aquecido e alta remuneração têm atraído cada vez mais pessoas para o setor de petróleo e gás. Como na maioria das áreas, nesta a competição entre candidatos também é grande e tem se tornado cada vez maior. Postura adequada e a melhor roupa do armário não garantem a colocação. O que vem contando mesmo para as empresas é a experiência profissional e bagagem acadêmica. 

Renata Serrano , consultora em recrutamento da NES Global Talent, empresa global especializada em soluções de mão de obra para os diversos segmentos da Engenharia e com escritórios em mais de 40 países, dá as dicas para aumentar as suas chances de conseguir um emprego na área.

Exponha seu lado técnico na entrevista – O mercado de Petróleo e Gás é um mercado global e não local. Profissionais da área atuam ao redor do mundo e por conta disso, as entrevistas presenciais deixaram de ser essenciais. Skype, telefone e e-mail passaram a ser ferramentas muito usadas na hora da empresa “conhecer” o candidato. Portanto, valorizar sua experiência profissional, bagagem acadêmica e cultural, são pontos muito importantes nessa etapa. Possuir boas referências também colabora para o sucesso.

Inicie cedo os estudos – “O que mais conta é a experiência profissional e bagagem acadêmica”, comenta Renata. E nesse sentido, o estudo é essencial. Quem quer se dedicar à área de petróleo e gás deve começar cedo a estudar para isso. Certificações técnicas, experiências de trabalho e cursos complementares, no Brasil e exterior, são os aspectos mais relevantes. “Para quem está começando, conseguir um estágio em uma empresa da área é um bom passo e serve como abertura de portas pós-formação”, complementa.

Mostre o seu inglês – O inglês é fundamental. “Por se tratar de um mercado global, dentro de um mesmo projeto encontram-se profissionais de diferentes nacionalidades. A capacidade em se comunicar é essencial. O inglês técnico se aprende com o tempo e estudo. O profissional precisa ser dedicado.

Tenha disponibilidade para viajar e morar fora – Quem pretende ingressar em uma empresa de energia deve saber que disponibilidade para viajar é fundamental, principalmente pela dinamicidade das operações. Para a consultora, viajar funciona ainda como uma ótima forma de adquirir know-how e ser valorizado quando retornar ao país de origem.

Goste de se relacionar com diferentes culturas – A diferença cultural pode ser um grande choque. Muitos brasileiros, por exemplo, acabam trabalhando em empresas britânicas, chinesas, ou em quaisquer outras que possuam um método de trabalho diferente ao que o profissional está acostumado. “Isso pode acabar dificultando o seu desempenho ”, diz. Renata Serrano também comenta sobre uma outra questão difícil de lidar: a saudade da família. O profissional deve estar preparado para passar semanas longe de casa. Neste caso, capacidade de adaptação e foco em seus objetivos são ferramentas imprescindíveis capazes de auxiliar o profissional a se manter distante por um longo período.

Fonte:Hill+Knowlton Strategies