Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Maratona Universitária da Efic...

Maratona Universitária da Eficiência Energética

Publicada em : 07/10/2011

A Maratona é a quarta maior competição do gênero


Entre os dias 12 e 14 de outubro, o Kartódromo de Interlagos (Av. Jangadeiro, 800 - Portão 9 - Autódromo de Interlagos - São Paulo) receberá alguns competidores bem diferentes. Apesar da correria, capacetes, macacões e ruídos de motores, a pista não terá carros em alta velocidade ou ultrapassagens de tirar o fôlego. A meta dos mais de 500 alunos e professores que disputarão a oitava Maratona Universitária da Eficiência Energética é unir a teoria com a prática para desenvolver os protótipos mais econômicos e sustentáveis do Brasil.

Em 2011, a competição receberá um número recorde de participantes, com 51 veículos representando oito estados brasileiros. Após muitos meses de trabalho, os estudantes aguardam ansiosamente a hora de colocarem suas máquinas à prova e tentarem superar os recordes das três categorias da prova: 39,6 km percorridos com uma bateria de moto de 12V 4Ah (elétricos), 140 km/l (etanol) e 367 km/l (gasolina). 

Um Futuro de Sucesso
“Os estudantes que participam de competições como a Maratona adquirem uma série de habilidades que os destacam no mercado. Nossos patrocinadores são os primeiros a buscar esses talentos, inclusive durante a prova. Ano passado, por exemplo, um ‘ex-maratonista’ e atual engenheiro da Fiat Powertrain, entregou o troféu para sua antiga equipe, da Universidade Federal do Rio Grande. Queremos gerar mais alegrias como esta a cada edição”, destaca o organizador Alberto Andriolo.

A Melhor Premiação Universitária
Realizada desde 2004, a Maratona Universitária da Eficiência Energética é a quarta maior competição do gênero no mundo e a única organizada na América Latina. A oitava edição terá o patrocínio da Fiat Automóveis, Fiat Powertrain, NSK Rolamentos e Radix Engenharia e Software, além de apoio da Tramontina Pro, Baterias Heliar e VZAN. 

É a prova estudantil com a melhor premiação do país. As duas universidades que alcançarem o menor consumo (em cada categoria) ganharão veículos para uso didático. As terceiras colocadas receberão três motores cada. Todos os alunos integrantes das três equipes que desenvolverem os melhores projetos levarão conjuntos de ferramentas profissionais para casa.



Fonte:Taller Comunicação