Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Paraolimpíadas Escolares

Paraolimpíadas Escolares

Publicada em : 01/09/2011

A delegação anfitriã obteve o primeiro lugar nas modalidades natação, atletismo e tênis de mesa e conquistou 160 medalhas na disputa voltada a estudantes com deficiência visual, física ou intelectual

O Estado de São Paulo venceu as Paraolimpíadas Escolares 2011, realizadas de 26 a 31 de agosto, na capital paulista. O evento esportivo é a maior competição para atletas com deficiência em fase estudantil no mundo. Participaram da disputa alunos com deficiência visual, física ou intelectual, de 12 a 19 anos, regularmente matriculados no Ensino Fundamental e Médio de escolas públicas e particulares de 23 Estados e do Distrito Federal.

Na classificação geral, considerando as dez modalidades do evento, São Paulo ficou em primeiro lugar com 61 pontos, seguido pelo Rio de Janeiro com 60 e Minas Gerais com 45,5. Na sequência do ranking vieram os Estados de Santa Catariana, Mato Grosso do Sul e Pará. Na edição anterior, em 2010, o Rio de Janeiro ganhou o campeonato.

Os atletas paulistas conquistaram 160 medalhas, sendo 96 de ouro, 43 de prata e 21 de bronze e venceram em primeiro lugar no tênis de mesa (para deficientes intelectual e/ou físico), no atletismo masculino e feminino (para jovens com deficiência física, intelectual e/ou visual) e na natação masculina e feminina (também disputada por atletas com um dos três tipos de deficiências). Nas modalidades masculina e feminina do goalball (para estudante com deficiência visual), os estudantes ficaram, respectivamente, em primeiro e segundo lugares.

Os alunos da rede pública paulista se destacaram ainda no voleibol sentado (para deficiente físico), modalidade na qual se classificaram em segundo lugar; no judô (para deficiente visual), esporte em que conquistaram a terceira posição; e no tênis em cadeira de rodas (voltado a deficiente físico), com a quarta colocação. No futebol de cinco (para deficientes visuais) a equipe paulista obteve o quarto lugar e no futebol de sete (para deficientes físicos), o quinto. A quinta posição também foi o resultado de São Paulo na disputa da bocha (para deficiente físico).

Todas as modalidades da competição são reconhecidas pelo Comitê Paraolímpico Internacional, o que faz da disputa uma das principais bases de referência para a escolha da equipe nacional nos Jogos Paraolímpicos do Rio de Janeiro em 2016. As Paraolimpíadas Escolares também qualificam os alunos com deficiência para o programa Bolsa Atleta na categoria escolar.

Fonte:Secretaria de Estado da Educação