Educação

Home/ Notícias Online/ Educação/ Método de ensino à distância

Método de ensino à distância

Publicada em : 26/02/2019

Início do ano letivo será marcado por ações que envolvem recursos digitais e humanos

A secretária de Desenvolvimento Econômico (SDE), Patrícia Ellen e o presidente da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), professor Rodolfo Jardim de Azevedo, anunciaram ontem, segunda-feira, (25/02), novas medidas da Univesp para 2019, na sede da SDE, na capital paulista. Entre as ações foram destacadas a entrega dos diplomas digitais, por meio de parceria firmada com a Imprensa Oficial do Estado de Sâo Paulo (IMESP), seleção de bolsistas da Universidade de São Paulo (USP), Universidade de Campinas (Unicamp) e Universidade Júlio de Mesquita Filho (Unesp), que atuarão como facilitadores, além do vestibular e acordo com Centro Paula Souza (CPS) para a alocação de tutores a distância.

Durante suas palavras, a secretária Patrícia Ellen ressaltou a importância da educação no desenvolvimento pessoal e profissional de cada cidadão. "Eu nasci no Campo Limpo e vi na minha história, e na trajetória da minha família, como a educação de qualidade e oportunidade de trabalho podem fazer a diferença na vida de uma pessoa, e muitas vezes na vida da família inteira. Por essa razão, fiquei tocada com a história da Univesp e peguei como um desafio pessoal me dedicar a universidade", disse.

A cerimônia contou ainda com a entrega simbólica de dez diplomas a alunos das licenciaturas de Física, Química, Biologia e Matemática, que colaram grau no ano passado. "Hoje emitimos os 169 primeiros diplomas digitais via internet. Os documentos foram encaminhados aos alunos por e-mail. Entrei na Univesp há 32 dias, a questão do diploma foi uma das iniciativas prioritárias que demos encaminhamento", falou.
Diploma Digital
Os diplomas dos concluintes da Univesp foram emitidos de forma efetiva e rápida. Os 169 alunos que colaram grau e os próximos formandos receberão seus diplomas via internet. Os profissionais da Secretaria de Registros Acadêmicos (SRA) preenchem todas as informações no Sistema Assina.SP, gerando o diploma que, em seguida, é assinado digitalmente pela coordenadora de registros acadêmicos, diretora acadêmica e presidente, autenticando a sua validade. Imediatamente, após o processo, o ex-aluno recebe um e-mail da imprensa oficial com um link para acesso ao documento, que pode ser impresso em qualquer impressora. De posse do diploma, também é possível recuperar o link por meio de um QR Code no verso, o que permite a verificação da autenticidade posteriormente. O diploma digital é reconhecido e normatizado pelo Conselho Estadual de Educação de São Paulo (CEE) e pelo Ministério da Educação (MEC).

Seleção de Bolsistas
A Univesp firmou convênio com a USP, UNESP e Unicamp para divulgação de edital voltado à seleção de alunos de mestrado e doutorado das três universidades, interessados em participar do Programa "Formação Didático-Pedagógico para cursos na modalidade a distância". Durante o período do Programa, com duração de seis meses, os estudantes atuarão como facilitadores virtuais nos cursos de graduação da Univesp e receberão bolsas de R$ 1.500,00 e R$ 2.200,00, equivalente ao fomento que a Capes oferece. Serão selecionados até mil bolsistas.

O objetivo é desenvolver habilidades relacionadas à prática didática-pedagógica do bolsista em cursos virtuais com a colaboração de um supervisor. Segundo o presidente da Univesp, a ação é essencial para difundir a modalidade a distância no Estado. "Os bolsistas atuarão diretamente na plataforma virtual. Todos possuem conhecimento em profundidade necessária para auxiliar nossos alunos nas disciplinas ofertadas", explica.

Para participar do Programa, os bolsistas devem permanecer matriculados em cursos de pós-graduação das universidades, ter formação nas áreas relacionadas às disciplinas de graduação da Univesp e possuir disponibilidade de 12 horas semanais. A iniciativa faz parte de parceria com as instituições estaduais paulistas, iniciada na criação da Univesp, em 2012.

Vestibular 2019
O vestibular encontra-se em planejamento pela Diretoria Acadêmica da Universidade. No momento é realizado um mapeamento da infraestrutura dos polos e demandas locais, com a finalidade de ofertar vagas que contribuam para o desenvolvimento regional e inclusão. Até o final do mês de março, serão divulgados os números de vagas e polos que participarão do processo seletivo. A ideia é que os alunos iniciem as aulas em agosto.

CPS aloca tutores a distância para o Curso de Tecnologia em Gestão Pública
No mês de fevereiro, o Centro Paula Souza (CPS) alocou 80 professores, que atuam como tutores a distância do Curso de Tecnologia em Gestão Pública. Todos os profissionais são qualificados, com experiência comprovada na Educação a Distância e no Ensino Tecnológico.

Em 2018, em parceria com o CPS, a Univesp ofereceu 5 mil vagas para o curso (2.500 por semestre), que tem como objetivo formar o profissional para planejar, implementar, supervisionar e avaliar políticas públicas voltadas ao desenvolvimento regional.

O aluno tem acesso a inovadoras metodologias de gestão, baseadas nos princípios da administração pública. O curso é realizado em ambiente virtual de aprendizagem moderno, que garante a interação do estudante com o tutor, além de disponibilizar videoaulas, bibliotecas digitais e os conteúdos pedagógicos. Assim como ocorre nos cursos presenciais das Fatecs, o estudante será aluno de uma Fatec e, uma vez formado, receberá diploma de tecnólogo.

Fonte:Universidade Virtual do Estado de São Paulo