Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Zezé Motta

Zezé Motta

Publicada em : 06/03/2015

Faz show grátis na CAIXA Cultural São Paulo

A CAIXA Cultural São Paulo apresenta Zezé Motta nos dias 6, 7 e 8 de março, de sexta a dominho (às 19h15), com o show Negra Melodia, nome de seu mais recente CD, no qual faz um mergulho na obra de Luiz Melodia e Jards Macalé. O espetáculo (grátis) é patrocinado pela Caixa Econômica Federal. Os ingressos devem ser retirados a partir da 12 horas no dia de cada show.

Acompanhada pelos violonistas Pedro Braga e Zeppa Souza, o repertório mescla obras primas de Luiz Melodia (“Magrelinha”, “Fadas” e “Estácio, Holly Estácio”) e Jards Macalé (“Negra Melodia”, “Pano Pra Manga” e “Soluços”) com algumas músicas que marcaram a carreira da intérprete, como “Senhora Liberdade” (Wilson Moreira e Ney Lopes), “Muito Prazer Zezé” (Rita Lee e Roberto de Carvalho) e “Rita Baiana” (John Neschling e Geraldo Carneiro).

Outras canções completam o roteiro, entre elas: “O Sangue Não Nega” (Luis Melodia e Ricardo Augusto), “Anjo Exterminado” (Jards Macalé e Waly Salomão), “Começar pelo Recomeço” (L. Melodia e Torquato Neto), “Decisão” (L. Melodia e Sergio Mello), “Mal Secreto” (J. Macalé e Waly Salomão), “The Archaic Lonely Star Blues” (J. Macalé e Duda), “Vale Quanto Pesa” (L. Melodia) e “Divina Criatura” (L. Melodia e Papa Kid).

Zezé Motta é atriz de talento inquestionável, considerada por muitos como a rainha negra do Brasil. Seu ofício a levou aos grandes palcos, com inúmeras montagens teatrais e musicais, e aos melhores filmes (foram mais de 40 desde o antológico Xica da Silva, de Carlos Diegues, em 1976, que a projetou internacionalmente).  Ela fez história também na televisão, onde atuou em dezenas de novela e programas especiais. Atualmente está no ar em Boogie Oogie, novela da Rede Globo, vivendo Sebastiana, uma doméstica que ostenta o talento de saber cantar.

Zezé mudou-se com a família para o Rio de Janeiro quando tinha dois anos. Começou a carreira de atriz em 1967, estrelando a peça Roda-viva, de Chico Buarque. Em 1969, atuou em Fígaro, Arena Canta Zumbi e A vida Escrachada de Joana Martini e Baby Stompanato. Em 1972, participou de Orfeu Negro e, em 1974, atuou em Godspell. A carreira de cantora teve inicio, em 1971, em casas noturnas paulistas. Entre 1975 e 1979, ela lançou três LPs, seguidos por outros três, na década de 80. Os mais recentes são: Chave dos Segredos (1995), Divina Saudade (2000) e Negra Melodia (2011). Outros nove compactos integram sua discografia.

Nesse primeiro momento da carreira, compositores do porte de Rita Lee e Moraes Moreira lhe cederam canções inéditas para gravar. Com sua voz forte e interpretação peculiar, Zezé imortalizou os clássicos “Trocando em Miúdos”, de Chico Buarque e Francis Hime, e “Pecado Original”, de Caetano Veloso, entre vários outros. E nesse momento também surgiu Luiz Melodia em sua vida musical, uma parceria que se mantém vibrante até hoje. Alguns anos mais tarde, Zezé lançou uma canção de Jards Macalé e Duda, chamada “Sem Essa”, que se tornou um marco em sua discografia.

Zezé Motta explica que os motivos para gravar o disco Negra Melodia, e mostrar esse show pelo Brasil, existem há muito tempo. “São canções de amor e fé, de guerra e paz, porque Melodia e Macalé são dois compositores dotados de personalidade ímpar”.

Serviço

Show: Zezé Motta
Em: Negra Melodia
Temporada: 06 a 08 de março de 2015
Horário: Sexta a domingo - às 19h15
Local: CAIXA Cultural São Paulo
Praça da Sé, 111 – Centro/SP. Tel: (11) 3321-4400
Ingressos: Grátis - Retirar na bilheteria no dia do espetáculo, a partir das 12h.
Duração: 60 min. Classificação: Livre. Capacidade: 80 lugares. Acesso universal.
Patrocínio: Caixa Econômica Federal


Fonte:VERBENA Comunicação