Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ O Fingidor

O Fingidor

Publicada em : 06/03/2015

Peça comemora 15 anos com temporada no Tucarena

Divulgação
Com texto e direção de Samir Yazbek, o espetáculo "O Fingidor" (Prêmio Shell 1999 de Melhor Autor), uma das mais festejadas montagens da Companhia Teatral Arnesto nos Convidou, reestreia no dia 7 de março, sábado, no Tucarena, às 21 horas.

Inspirado na vida e obra de Fernando Pessoa, o espetáculo está comemorando 15 anos, justamente quando o TUCA completa 50 anos de história, além de ser 2015 o ano que marca os 80 anos de morte do poeta.

A peça, que segue em cartaz até o dia 19 de abril (com exceção dos dias 27, 28 e 29 de março), é uma obra de ficção. “O Fingidor” apresenta o poeta em seus últimos dias, quando se candidata disfarçado a uma vaga de datilógrafo, oferecida por um crítico literário, profundo conhecedor de sua obra. Envolvendo personagens reais e fictícios, inclusive os heterônimos de Pessoa, o espetáculo traz uma visão bem-humorada sobre a poética do autor.

Este retorno ao palco traz parte do elenco da montagem original, encabeçado por Helio Cicero que divide o palco com Daniela Duarte, Douglas Simon, Fause Haten, Fernando Oliveira, Fernando Trauer, Gabriela Flores, Luiz Eduardo Frin e Marcelo Cozza.

Esta é a sexta temporada de “O Fingidor” em São Paulo, tendo ainda se apresentado com sucesso em Portugal (XXV FITEI, no Porto, e no I Encontro Luso-brasileiro de Cultura, em Serpa), além de outras cidades brasileiras. O texto também foi adaptado para a televisão (Rede Cultura, projeto “Direções”), publicado duas vezes em português e traduzido para outros idiomas, como o francês e o espanhol. Para 2015, está previsto o lançamento de uma nova edição de “O Fingidor", pela Editora Giostri, e está em andamento um projeto de recriá-lo no cinema, pelo diretor Ugo Giorgetti.

A Companhia Teatral Arnesto nos Convidou é responsável também pela montagem de “As Folhas do Cedro” (Prêmio APCA 2010 de melhor autor), entre outras, e já prepara a estreia de “Post Scriptum” (texto e direção de Samir Yazbek) na Mostra Oficial da próxima edição do Festival de Curitiba.

O enredo

Segundo Samir Yazbek, "O Fingidor" não pretende ser um recital de poesia, tampouco uma biografia teatralizada do poeta. A peça serve-se da heteronímia, recurso por meio do qual Pessoa criava personalidades literárias, para apresentar, em carne e osso, uma personagem que Pessoa nunca imaginou: um “certo” Jorge Madeira (Helio Cicero).

No enredo, Fernando Pessoa, vivendo seus últimos dias, disfarça-se como o datilógrafo Madeira, para conhecer José Américo, o crítico literário que o admira e prepara uma conferência sobre a sua obra. A partir daí, temos uma história com muitas surpresas. As situações se desenrolam com personagens reais e fictícias, tais como a governanta Amália, de quem Pessoa enamora-se, a irmã do poeta, o editor de uma revista literária, um jovem estudante de literatura e os principais heterônimos de Pessoa, resultando numa parábola sobre papel do artista na sociedade moderna.

A montagem

A direção de Yazbek valoriza o trabalho do elenco por meio da trajetória das personagens, investindo na comunicação com o público, abarcando desde a comédia de costumes até o drama existencial, revelando os aspectos mais sombrios da personalidade do poeta. Inspirada nas múltiplas vozes de Pessoa, a encenação transita entre a realidade e a imaginação, fazendo com que a crítica Mariângela Alves de Lima dissesse à época da estreia, no jornal O Estado de São Paulo: “Samir Yazbek faz um espetáculo encantador pela simplicidade com que trama o imaginário e o ‘real’”.

Dialoga com essa concepção o cenário de Marisa Rebolo, formado por painéis deslizantes que, conforme a condução do elenco, ora se apresentam de forma opaca, com os escritos de Fernando Pessoa, compondo os ambientes realistas, ora de forma transparente, revelando outros planos de ação.

O figurino de Elena Toscano é inspirado na linguagem de época, mas, no caso dos heterônimos Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Ricardo Reis, aproxima-se do expressionismo, traduzindo as contradições da poética de Pessoa. Em se tratando do heterônimo vivo, Jorge Madeira, o figurino revela uma identidade farsesca, remetendo a um referencial brasileiro de cultura popular. A sonoplastia de Raul Teixeira e a iluminação de Celso Marques intensificam as ambigüidades presentes na encenação.

Ficha técnica

Espetáculo: “O Fingidor”
Texto e direção: Samir Yazbek
Elenco: Helio Cicero (Fernando Pessoa e Jorge Madeira), Daniela Duarte (Amália Conceição), Douglas Simon (José Américo), Fause Haten (Álvaro de Campos), Fernando Oliveira (Afonso Camargo), Fernando Trauer (Alberto Caeiro), Gabriela Flores (Henriqueta Madalena), Luiz Eduardo Frin (Ricardo Reis) e Marcelo Cozza (Miguel Escudero).
Dramaturgismo: Maucir Campanholi
Direção original de movimento: Dani Hu
Cenografia: Marisa Rebolo
Figurino: Elena Toscano
Concepção de luz original: Celso Marques
Iluminação e operação de luz: Rafael Burgath
Sonoplastia: Raul Teixeira
Assistência de direção e operação de som: Izabel Hart
Programação visual: Carlos Henrique Lopes de Araújo
Fotografias: Fernando Stankuns
Assistência de produção: Marília Yazbek
Produção executiva: Marcela Sanchez
Direção de produção: Silvia Marcondes Machado
Administração: Mecenato Moderno
Apoio Cultural: Porto Seguro
Realização: Companhia Teatral Arnesto nos Convidou
Site: www.arnesto.art.br
Facebook: facebook.com/arnestonosconvidou

Serviço

Reestreia: Dia 7 de março - sábado - às 21h
Local: Tucarena  - www.teatrotuca.com.br
Rua Bartira, 1024 - Perdizes/SP (esquina com a Rua Monte Alegre). Tel: (11) 3670-8455
Temporada: Sexta (às 21h30), sábado (às 21h) e domingo (às 19h) - Até 19/04/2015
Não haverá espetáculo nos dias 27, 28 e 29 de março.
Ingressos: R$ 50,00 (inteira); R$ 25,00 (meia); R$ 10,00 (estudantes, professores e funcionários da PUC-SP). Antecipados: www.ingressorapido.com.br (4003-1212). Grupos: (11) 5571-1407
Duração: 1h40 - Gênero: Drama cômico - Classificação etária: 14 anos
Capacidade: 170 lugares - Ar condicionado - Acesso universal Estacionamento conveniado: R$ 14,00 (Pier Park, R. Monte Alegre, 835, tel. 3120-5052)

Fonte:VERBENA COMUNICAÇÃO