Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ A Famosa Invasão dos Ursos na ...

A Famosa Invasão dos Ursos na Sicília

Publicada em : 11/09/2014

Nova parceria das premiadas Carla Candiotto e Companhia Delas

Divulgação
Depois do sucesso de Histórias por Telefone (APCA de Melhor Espetáculo para o grupo e APCA e Femsa de Melhor Direção), a parceria entre a diretora Carla Candiotto (Le Plat du Jour) e a Companhia Delas de Teatro volta aos palcos com a nova montagem, inspirada no único livro infantil do italiano Dino Buzzati, inédito no teatro. Trata-se de uma história de aventuras, bom humor e musicalidade, recheada de desafios, reviravoltas e fantasias. É também sobre buscas, encontros, perdas e transformações. Figurinos de Mira Haar, cenário de Marco Lima, iluminação de Wagner Freire, direção musical, trilha sonora e canções de Dr. Morris e coreografias de Adriana Telg

As calças balofas de cintura alta - e camada estruturadora de neopreme - induzem as atrizes a ter o andar suntuoso e malemolente, característico desses grandes animais que tanta ternura despertam no ser humano. São eles o tema da peça. Uma família de ursos divertidos invade a cidade grande em busca do indefeso e fofo Tônio, capturado por dois caçadores nas antigas montanhas da Sicília. A procura pelo filho de Leôncio, rei dos Ursos, se transforma numa deliciosa aventura com desafios e obstáculos a serem superados pela simpática trupe, que enfrenta também um grão duque durão e um excêntrico mago e sua fiel parceira Verinha, a varinha mágica. A Famosa Invasão dos Ursos da Sicília - com interpretação da Companhia Delas e direção de Carla Candiotto (Le Plat du Jour) -  estreia dia 13 de setembro, sábado , às 17h30, no Teatro Alfa.

O encontro de Carla Candiotto com as atrizes Cecília Magalhães, Fernanda Castello Branco, Lilian Damasceno, Paula Weinfeld e Thais Medeiros já é uma parceria bem-sucedida. Em 2011, Histórias por Telefone (adaptação do livro Fábulas por Telefone, de Gianni Rodari) marcou o primeiro trabalho da atriz e encenadora com as integrantes da Companhia Delas. A peça - que integra o repertório e continua em temporada pelo País) rendeu ao grupo o prêmio APCA de Melhor Espetáculo e a Carla Candiotto o APCA e o Femsa de Melhor Direção. Agora, inspiradas no livro do famoso autor italiano Dino Buzzati (1906-1972) elas fazem temporada aos sábados e domingos às 17h30, até 30 de novembro.

Livre adaptação da obra homônima de Dino Buzzati, o espetáculo tem texto de Carla Candiotto e Companhia Delas de Teatro, figurinos de Mira Haar, cenário de Marco Lima, iluminação de Wagner Freire, direção musical, trilha sonora e canções de Dr Morris, além de coreografias de Adriana Telg.

A montagem, seguindo o enredo de Dino Buzzati, vai além do “felizes para sempre”. Depois do resgate do filhote, Leôncio, um urso bondoso e amável, se torna rei da cidade e com isso, os ursos não retornam às montanhas. Treze anos se passam e os ursos vão aos poucos se afastando de seus valores e mudando suas atitudes, que, até então, eram inocentes e simples. Na cidade, eles se afastam do espírito coletivo tão marcante na vida nas montanhas e cometem um grave delito. O infantil promove, além de diversão, uma reflexão sobre simplicidade, a generosidade e a importância de se manter fiel à sua essência.

Depois de muito pesquisar e ler vários livros, à procura de histórias para a nova peça, as atrizes da Companhia Delas chegaram no ponto em comum entre todas, os ursos. “Essa era a figura que buscávamos, meio desengonçada, grandalhona, talvez um pouco inocente ou estranha no mundo dos homens. O personagem inspirava boas situações”, conta Thaís.
“Somos um grupo de atrizes e muitas vezes a vontade de interpretar um personagem pode inspirar um projeto e dessa vez foi assim. Concluímos que queríamos fazer ursos e começamos a pesquisar histórias. A Julia Ianina (atriz do grupo que não está nessa montagem) tinha ouvido falar de um bom livro infantil do Dino Buzzati. Lembrei que já tinha lido esse fantástico livro. A partir daí, todas as atrizes leram, se apaixonaram e o projeto nasceu”, completa Thaís.

Dino Buzzati é um autor reconhecido por seus romances e contos destinados ao público adulto. A Famosa Invasão dos Ursos na Sicília, sua única obra para crianças, foi escrita em um período conturbado da História. Enquanto os capítulos eram publicados, estourava a guerra e o jornal é fechado. Consequentemente, a história fica suspensa. Anos mais tarde, já no período pós-guerra, Dino voltou a escrevê-la, muito influenciado pelos tristes acontecimentos da época. Jornalista, Dino só conseguia escrever e ilustrar A Famosa Invasão dos Ursos na Sicília durante a noite, depois do expediente no jornal. Recheada de contradições e conflitos humanos atuais, a história - mesmo dirigida para o público infantil – também contempla o público adulto.
As ações e acontecimentos da trama são narrados por meio de canções. Para compor a trilha sonora, Dr. Morris (que assina, ainda, direção musical e canções) inspirou-se na tarantela, ritmo do Sul da Itália. As letras foram construídas a partir de trechos e imagens do livro. Além das músicas, outros elementos italianos entraram na encenação - o rei Leôncio, por exemplo, tem um adorável sotaque de italiano da Mooca.

Lembrança italianas de histórias do avô
Marca da diretora Carla Candiotto, a encenação é ágil, com ritmo bem marcado. As cinco atrizes se revezam em cerca de 15 personagens, entre ursos e homens. A dinâmica da encenação é acelerada nas coreografias, trocas de figurino e cenário. A manipulação de adereços é realizada com precisão e velocidade pelo elenco. Tanto Carla quanto a Companhia Delas têm experiência na adaptação de literatura para o teatro, e assim, a dramaturgia do espetáculo é assinada pela diretora e as atrizes. 

“Sempre que começo uma adaptação, vejo como uma nova viagem. Preciso primeiro estudar o autor e sua obra. Entender o porquê da história e como ela pode atingir crianças. Depois, começo a fazer uma decupagem dos capítulos, ou seja, de cada página escrita crio um roteiro de ação. Desse roteiro de ações, as perguntas: onde, quando, como e por que vão se transformando a cada dia. Com A Famosa Invasão dos Ursos na Sicília, tive um encontro muito feliz, pois sou italiana, tenho família lá e fez me lembrar de meu avô, que me contava histórias sempre com músicas e muita aventura. Com a obra de Dino Buzatti, pude recordá-las e foi muito emocionante pra mim.”

Para a diretora, “a peça trata de um assunto político para crianças. É a história da vida, da primeira infância, da juventude, da adolescência e de quando ficamos adultos até o fim de nossas vidas. Tudo tem uma consequência, uma continuidade, e o que fazemos, e como vivemos nossas escolhas, nossas crenças são importantes. Esse assunto é muito interessante para mostrar para as crianças”.

Desde 1992 atuando e dirigindo a Cia Le Palt du Jour, Carla Candioto desenvolveu um método de trabalho que lhe permite fazer parcerias com diversos grupos de teatro. A irreverência, o humor, o ritmo e a contemporaneidade das adaptações são suas características.

“Com as atrizes da Companhia Delas, tínhamos um desejo em comum: realizar um segundo projeto e, assim que elas me mostraram o livro, aceitei o desafio e começamos a trabalhar. Por meio de leituras, pesquisas, improvisações, dança e música, desenvolvemos o espetáculo.”

Memória afetiva, figurino bem-humorado
Para a concepção do figurino, Mira Haar buscou em sua memória afetiva lembranças de filmes, peças e livros que, de alguma maneira, retratam a antiga Itália, “com seus condes e viscondes, cavaleiros, bandeiras com brasão, canções folclóricas e vilas de tijolinho”. A ideia de Mira é passar ao público infantil antigas referências, diferentes de seu cotidiano visual, ampliando assim o seu repertório de imagens.

“Como palheta para este figurino, selecionamos as cores em tons de verde, vermelho, terra, cru e cor caramelo. Cores luminosas, ensolaradas e com estampas geométricas. Os cortes são tradicionais (anos 1500/600, aproximadamente) e utilizamos ícones de vestuário da Commedia dell’arte, o que da um tom crítico e bem-humorado ao figurino.

Para atender a agilidade nas trocas rápidas das personagens propostas pela direção de Carla Candiotto, Mira Haar optou por adereços grandes e coloridos. Para estruturar os figurinos dos ursos, a artista partiu de um estudo da forma dos animais e seus grandes volumes. “A transposição da ideia foi obtida com a confecção de grandes calças de cintura alta, amplas pantalonas em tecido dublado, com fina camada estruturadora de neoprene, que induzem as atrizes a ter o andar característico dos ursos. Nas cabeças, como complementos, criei um adereço com pequenas orelhas em tons naturais e orgânicos, que tanto podem ser cabeças de ursos ou chapéus.”

SERVIÇO
A Famosa Invasão dos Ursos na Sicília
Estreia sábado, dia 13 de setembro, no Teatro Alfa.
Endereço: Rua Bento Branco de Andrade Filho, nº 722 – Santo Amaro.
Telefone: (11) 5693-4000.
Temporada: De 13 de setembro a 30 de Novembro, sábados e domingos às 17h30. Ingressos: R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia), disponíveis no site do Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br), e na bilheteria do Teatro Alfa de segunda a domingo, das 11h às 19h. Duração: 50 minutos. Capacidade: 204 lugares. Censura: Livre. Site Oficial: www.ciadelas.com.br

Fonte:Arteplural