Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ O Samba Carioca de Wilson Bapt...

O Samba Carioca de Wilson Baptista

Publicada em : 22/04/2014

O musical encenado por Rodrigo Alzuguir e Claudia Ventura apresenta sucessos e canções desconhecidas de um dos principais nomes da música brasileira


Vencedor do prêmio FATE 2010 e sucesso de público e crítica no Rio de Janeiro, o musical “O Samba Carioca de Wilson Baptista” chega a São Paulo para curta temporada a preços populares. Em cartaz no teatro Anhembi Morumbi nos dias 03 e 04 de maio, o espetáculo traça um perfil biográfico do sambista, resultado de dez anos de pesquisa do autor e ator Rodrigo Alzuguir.

No palco, o clima é leve e descontraído, como o dos antigos cabarés da Lapa. Os atores Cláudia Ventura e Rodrigo Alzuguir narram, cantam e encenam os principais episódios da vida do compositor, o preferido de Paulinho da Viola.  A dupla se reveza nos papéis dos diversos personagens que povoaram a trajetória de Wilson Baptista: as mulheres amadas, os parceiros Ataulfo Alves e Roberto Martins, a cantora Aracy de Almeida e até o ex-presidente Getúlio Vargas.

Detalhes pitorescos da história de Wilson Baptista também estão no espetáculo. Numa das passagens, a famosa polêmica musical ente Wilson e Noel Rosa é contada na íntegra, incluindo o samba “Deixa de ser convencida”, que selou o fim da disputa. Além do viés biográfico, o roteiro inclui três bem humorados “interlúdios” ficcionais, onde os atores dão vida a tipos criados pelo compositor, como a dona de casa Etelvina e o malandro Hidelbrando (Etelvina/ Acertei no milhar/ Ganhei quinhentos contos/ Não vou mais trabalhar...).

O repertório do espetáculo é uma mistura equilibrada e saborosa de sucessos com pérolas esquecidas de Wilson Baptista,  o sambista com obra mais volumosa da música brasileira.

Quatro músicos acompanham os atores. São eles Nando Duarte (violão de 7 cordas), Levi Chaves (sopros), Luís Barcelos (bandolim) e Naife Simões (percussão). “Wilson foi muito injustiçado. Levou a pecha de malandro, mas em 55 anos de vida, compôs mais de 600 canções”, diz Rodrigo.

Com a missão de colocar o sambista em merecido destaque, depois de décadas de esquecimento, a minuciosa pesquisa de Rodrigo rendeu ainda outros frutos igualmente importantes. Ele lançou recentemente “Wilson Baptista – O samba foi sua glória”, uma elogiada biografia, pela editora Casa da Palavra.

A trilha sonora do espetáculo foi lançada em 2011 pela Biscoito Fino, em CD duplo, com participação de nomes como Elza Soares, Mart’nália, Zélia Duncan, Cristina Buarque, Céu, Teresa Cristina e Wilson das Neves, entre outros. O álbum, considerado por Ruy Castro “um dos melhores discos de samba de 2011 e talvez um dos songbooks mais criativos já feitos no Brasil”, ganhou o 23º Prêmio da Música Brasileira na categoria Projeto Especial e foi indicado ao 1º Prêmio Contigo! MPB Brasil de Música.

O SAMBA CARIOCA DE WILSON BAPTISTA
Teatro Anhembi Morumbi
Rua Dr. Almeida Lima, 1.176 – Brás
Fone: (11) 2872-1457
Sábado ás 21h. Domingo ás 20h
Temporada: 03 e 04 de maio
R$ 20,00 inteira R$ 10,00 meia entrada (indicação 10 anos)

Fonte:Eventório Comunicação Integrada