Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ CurtaDoc no SESCTV

CurtaDoc no SESCTV

Publicada em : 27/01/2012

O programa de estreia, Preconceito, vai ao ar na próxima terça-feira, 31/01, às 21 h

O SESCTV exibe a partir do dia 31 de janeiro a segunda temporada do CurtaDoc, com 52 episódios inéditos e exibição de 170 documentários curtas-metragens. A série abre espaço para realizadores de todo o Brasil e provoca a reflexão sobre o fazer documentário. Os programas têm 54 minutos de duração, são temáticos e contam com depoimentos de profissionais do audiovisual e um convidado, que faz uma leitura crítica sobre filmes. A estreia será com o programa Preconceito, mediado por Rafael Raffaelli, professor de cinema e psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O CurtaDoc é realizado pela Contraponto e está no ar desde outubro de 2009, todas as terças-feiras, às 21 horas, com reapresentações ao longo da semana.

A série amplia a visibilidade aos documentários realizados de norte a sul do país que revelam recortes da realidade em linguagens e narrativas diversas. “A produção de curtas - seja ficção ou documentário - é intensa no Brasil. Nos últimos 15 anos o documentário vem crescendo dentro da produção audiovisual e também aos olhares de um público mais amplo, hoje muito mais interessado neste gênero”, salienta Kátia Klock, documentarista e diretora do CurtaDoc.

Para a produção dos novos episódios, a equipe viajou pelo Brasil e entrevistou pesquisadores e realizadores que debatem os temas dos programas e os documentários selecionados. Os convidados desta edição são do Pará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Os programas temáticos abordam assuntos da contemporaneidade, como consumo, socioambientalismo, conflitos dos jovens, sentimentos indígenas, vestígios dos quilombos no Brasil, acervos cinematográficos, cinema marginal, arte como agente transformador, teatro de resistência, meios de comunicação, torcidas de futebol, processos artísticos etc.

A curadoria do CurtaDoc avaliou 1200 documentários inscritos e cadastrados no site do programa. Parte desse acervo está disponível no catálogo online do CurtaDoc (www.curtadoc.tv), organizado pela Contraponto. O portal foi lançado em junho do ano passado e conta, atualmente, com 746 documentários realizados nos últimos 50 anos, que podem ser assistidos na íntegra. “O site do CurtaDoc é um desdobramento que ganhou corpo e hoje ajuda muito na divulgação do programa de TV, na comunicação com os realizadores e interessados em filmes que ficavam restritos a festivais e mostras”, salienta Kátia.

Preconceito na estreia

O episódio Preconceito mostra que é preciso ‘rever velhas opiniões formadas sobre tudo’. Rafael Raffaelli, professor de cinema e psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) é o convidado especial que media o programa. Para ele, o preconceito é algo natural do ser humano. “Quando olhamos alguém, querendo ou não, fazemos um julgamento. O filme pode facilitar a tomada de consciência em relação ao assunto”, comenta.

Quatro filmes trazem o tema à tona: Em Criaturas que nasciam em segredo (SP/1995), de Chico Teixeira, cinco anões relatam os problemas que enfrentam no dia a dia de São Paulo. O curta Negro e Argentino (SP/2005), de Patrício Salgado, mostra a história do filho de um brasileiro negro e uma argentina. A questão racial e étnica é discutida em família. E Agora? (SP/2010), de Roberta Felix, apresenta situações cotidianas que uma pessoa com deficiência auditiva pode passar, e traz entrevistas com pessoas que estudam Libras, a língua gestual que utiliza sinais para a comunicação. No curta Detalhe (RS/2009), de Maurício Canterle, o assunto aparece no depoimento de uma adolescente que personifica uma pessoa portadora do vírus HIV, construída com base em entrevistas realizadas com jovens nesta condição.

O QUÊ: Estreia da segunda temporada do programa CurtaDoc.
EPISÓDIO: Preconceito
QUANDO: 31 de janeiro, terça-feira, às 21 horas
REPRISES: quarta-feira, à 1h e às 15h; quinta às 9h; sábados às 22h; e domingo às 19h.
ONDE: SESCTV. O canal está disponível para todo o Brasil pela TV por assinatura, pelo sistema DTH: Sky (canal3), Oi TV (canal 28), GVT (canal 228) e CTBC (em diferentes números de canais) e em mais 77 operações de TV a cabo em todo o território nacional.

Fonte:Assessoria de Imprensa • Sarah Goulart