Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Orfeu Mestiço – Uma Hip-hópera...

Orfeu Mestiço – Uma Hip-hópera Brasileira

Publicada em : 21/10/2011

Com seis atores em cena, “Orfeu Mestiço” narra o retorno de um político ao seu passado, atrelado à ditadura militar

Em sua oitava montagem, o Núcleo Bartolomeu, precursor em unir o teatro épico brechtiano aos elementos da cultura hip-hop, inova mais uma vez ao encenar a primeira hip-hópera brasileira. Nas palavras da dramaturga e diretora do espetáculo, Claudia Schapira: “Orfeu Mestiço é um espetáculo urbano, cosmopolita, que une o virtuosismo da ópera aos elementos do que podemos chamar de cultura popular urbana”.

Argumento - Com seis atores em cena, “Orfeu Mestiço” narra o retorno de um político ao seu passado, atrelado à ditadura militar. Um telefonema sobre a exumação do corpo da esposa, desaparecida no período naquele período, coloca este homem em contato com um passado que por anos ele tentou esquecer. A partir deste conflito, o texto inspirado nos mitos “órficos” evoca ao espaço cênico, projetado pela cenógrafa Daniela Thomas, a partir de proposição inicial do grupo, personagens de várias épocas que acompanharão Orfeu em sua descida aos infernos.

“A narrativa ocorre em três planos: a realidade, a memória e o imaginário, conduzidos por um griôt-mestre de cerimônias, que vai comentando enquanto alinhava toda a ação”, explica a diretora. Para evocar as personagens no congá (espaço sagrado da ritualística africana), o Núcleo Bartolomeu convidou o grupo Treme Terra, Cassio Martins (Banda Cora e da Frente 3 de Fevereiro), o percussionista Alan Gonçalves sob a direção musical do DJ Eugênio Lima, e da atriz-MC Roberta Estrela D'alva para executar as músicas ao vivo.

Os atores e músicos dão vida às letras-poesias escritas por Claudia Schapira, que cantadas em coro narram a saga de Orfeu e a formação do povo brasileiro, a partir de um gestual dançado que perpassa toda a narrativa evocando movimentos das danças populares e a pulsação da dança de rua, sob comando da coreógrafa Luaa Gabanini, também atriz do espetáculo.

Além da dramaturgia, da poesia, da música e das coreografias, o vídeo criado pela cineasta Tatiana Lohmann e pelo ZoomB Laboratório Audiovisual pontua a narrativa com imagens históricas.

Trajetória - Há dez anos o Núcleo Bartolomeu de Depoimentos desenvolve, difunde e cria pesquisas de linguagem a partir da união do teatro épico com o hip-hop, resultando no Teatro Hip-Hop, um conceito pioneiro no Brasil que abre inúmeras possibilidades e campos de ação, dialogando com as tendências e diversidades das manifestações urbanas.

Tendo a palavra, a oralidade, a música e a poesia como fios condutores da pesquisa, ao longo desta uma década o Núcleo Bartolomeu participou dos principais festivais de teatro, entre eles: Cena Contemporânea, Filo e Teatralia (Madrid), e ganhou os prêmios Shell na categoria direção musical [Frátria Amada Brasil] e melhor espetáculo jovem Coca-Cola FEMSA [Cindi HipHop – Pequena ópera rap].

Com sede no bairro da Pompeia, ao longo do ano o grupo abre o espaço para que poetas, MC’s, DJs, fotógrafos, dramaturgos e atores se encontrem para celebrar a palavra, a oralidade e arte produzida na metrópole.

FICHA TÉCNICA
Texto e Direção: Claudia Schapira.
Direção Musical: Eugênio Lima e Roberta Estrela D’Alva.
Direção de Movimento e Coreografias: Luaa Gabanini.
Atores-MCs: Cristiano Meirelles, Daniele Evelise, Eugênio Lima, Luaa Gabanini, Ricardo Leite e Roberta Estrela D’Alva.
Músicos-Ogãs: Alan Gonçalves, Cassio Martins, Eugênio Lima e grupo Treme Terra: Bruna Braga, Bruna Maria, Daniel Laino, Giovane Di Ganzá, João Nascimento e Lígia Nicacio.
Cenografia: Daniela Thomas.
Vídeo: Tatiana Lohmann e ZoomB Laboratório Audiovisual
Desenho de Luz: Francisco Turbiani sob orientação de Cibele Forjaz.

SERVIÇO
 Sessões Extras: 14 e 15 de dezembro, às 21h
Capacidade: 50 lugares
Duração: 150 minutos
Ingresso: contribuição voluntária, pague quanto puder
Classificação: 14 anos
Núcleo Bartolomeu de Depoimentos - Rua Dr Augusto de Mirada 786, Pompeia - (11) 3803-9396 (11) 7737-9565

Fonte:Sylvio Novelli - Assessoria em Comunicação