Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Palavra de Mulher

Palavra de Mulher

Publicada em : 03/10/2011

O palco recebe toda a atmosfera de um cabaré com adereços e objetos cênicos, além da iluminação, figurino e das canções que são executadas com instrumentos acústicos


Lucinha Lins, Tania Alves e Virgínia Rosa interpretam
músicas de Chico Buarque em Palavra de Mulher

Chico Buarque tratou de vários temas em suas canções. O universo feminino foi um de seus preferidos e ganhou os palcos em montagens como Ópera do Malandro e O Corsário do Rei. O espetáculo musical Palavra de Mulher une a música do compositor carioca nas interpretações de Lucinha Lins, Tania Alves e Virgínia Rosa em clima de cabaré. 

O palco recebe toda a atmosfera de um cabaré com adereços e objetos cênicos, além da iluminação, figurino e das músicas que são executadas com instrumentos acústicos (piano, contrabaixo, bateria e percussão). As intérpretes se revezam com interpretações em trio, duo e solo.

“Elas são cantoras com personalidades diferentes, porém as três se harmonizam de uma forma fora do comum. Cada uma delas tem uma qualidade oposta da outra, quando se juntam o resultado é de uma grande beleza. Essas artistas têm uma versatilidade incrível”, enfatiza Fernando Cardoso.

Entre as canções escolhidas estão Tatuagem, O Meu Amor, Folhetim, Sob Medida, Terezinha, Tango de Nancy, À Flor da Pele, Pedaço de Mim, Olho nos olhos, entre outras. As músicas não foram selecionadas de forma aleatória, seguem uma dramaturgia subliminar em cena. As cantoras incorporam a personalidade das personagens para dar mais vivacidade na interpretação.

Para Fernando Cardoso, devido ao repertório vasto de Chico Buarque, a montagem procura mostrar uma faceta de sua obra. “É difícil encontrar uma lista de canções representativas de todo o trabalho musical desse compositor carioca. Por isso, decidimos fazer um recorte com as músicas que retratam o eu feminino e criar um espetáculo que expressa esse clima.”

Ficha técnica:
Elenco: Lucinha Lins, Tania Alves e Virginia Rosa. Direção musical, arranjos e piano - Ogair Júnior. Contrabaixo acústico - Marcos Paiva. Bateria e percussão - Ramon Montanhaur. Iluminação - Wagner Freire. Cenografia - Fernando Cardoso. Figurinos - Lucinha Lins, Tania Alves, Virgínia Rosa e Fernando Cardoso. Técnico de som - Kiko Carbone. Direção de produção - Fernando Cardoso e Roberto Monteiro. Projeto gráfico - Rodolfo Rezende – Toxtex. Concepção e direção geral - Fernando Cardoso

Para roteiro:
Temporada - até 23 de outubro. Sábados, às 21 horas e domingos, às 18 horas. Ingressos - inteira R$ 30,00 (meia R$ 15,00). Duração - 85 minutos. Recomendação - 12 anos.
Teatro Cleyde Yáconis - Avenida do Café, 277– Jabaquara – Estação Conceição do metrô. Central de informações: 11 5070 7018. Venda para grupos 11 3334 1358. Capacidade - 288 lugares. Bilheteria - terça a sexta, das 14 às 20 horas – sábados e domingos das 14 até o início do espetáculo. Formas de pagamento na bilheteria - cartões e dinheiro. Venda pela internet: www.ingressorapido.com.br e telefone: 11 4003 1212. Estacionamento no local – entrada Rua Guatapará 170.

Fonte:Arteplural