Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Contramão

Contramão

Publicada em : 16/09/2011

Autor criou texto para refletir sobre os ataques homofóbicos que acontecem na região da Avenida Paulista


A partir dos recentes e trágicos ataques homofóbicos na moderna e rica região da Avenida Paulista, em São Paulo, o dramaturgo Lucianno Maza acreditou ser urgente a reflexão sobre essa realidade e pesquisou sobre a homossexualidade hoje no Brasil, os grupos homofóbicos de skinheads e neo-nazifascistas, sua formação e pensamento. O resultado dessa pesquisa poderá ser visto na leitura dramatizada de seu novo texto: “Contramão”, que será apresentada na próxima segunda-feira, dia 19 de Setembro, às 19h30, no Grande Auditório do MASP, na própria Avenida Paulista. A apresentação faz parte da programação do projeto Letras Em Cena. No elenco da leitura estarão grandes atrizes e jovens atores do teatro paulistano: Débora Duboc, Gustavo Haddad, Rosaly Papadopol, Fábio Lucindo, Haroldo Ferrari, Fábio Rhoden, Davi Kinski, Fernão Lacerda, Fernando Fecchio, Verlaine Pretto, Javert Monteiro e Thiago de Rogatis.

A avenida Paulista e a homofobia:
A avenida mais famosa do País, onde acontece uma das maiores paradas gays do mundo, também serve de triste cenário para tragédias envolvendo homossexuais agredidos por homofóbicos. Em novembro de 2010, dois jovens foram brutalmente espancados por um grupo de cinco adolescentes. O motivo? Foram identificados pelos garotos como um suposto casal homossexual. Durante a agressão, os homofóbicos utilizaram uma lâmpada fluorescente em formato de bastão, provocando cortes graves em um deles. Quarteirões antes, naquela noite, os mesmos rapazes já tinham feito outra vítima. O que se percebe é que, em ambas as ações, a intenção era matar. Hoje, os suspeitos do crime (quatro deles menores de idade) se encontram em liberdade. Na época, o delegado do caso afirmou: "Foi uma agressão sem sentido de quem não aceita quem é diferente". No entanto, a não criminalização da homofobia impede o agravamento dos crimes e consequente penas mais duras. Só no período entre novembro de 2010 e setembro de 2011, cerca de seis ataques (porque nem todos são notificados à Polícia) motivados por homofobia ocorreram na região da Avenida Paulista.

Contramão:
“Contramão” começa com o encontro e envolvimento romântico de dois jovens homossexuais em um clube noturno. A caminho de casa, em uma grande avenida, o casal tem sua história interrompida por quatro rapazes homofóbicos, que os agridem cruelmente até a morte e fogem. O que o grupo não esperava é que um dos dois, justamente o mais frágil fisicamente, sobrevivesse. A partir daí, é mostrada a obstinada luta da mãe deste jovem por justiça, além do empenho pessoal na sua recuperação física e psicológica. A vida caminha até que os destinos deles se cruzam novamente.


Serviço:
Única apresentação: 19 de Setembro de 2011, segunda-feira, às 19h30.
MASP - Grande Auditório  - Avenida Paulista, 1578 - Cerqueira César - São Paulo - SP; (11) 3251-5644
Recomendação etária: 14 anos
Lotação: 374 lugares

Fonte:Canal Aberto Assessoria de Imprensa