Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ O Clichê do Amor

O Clichê do Amor

Publicada em : 30/08/2011

A paixão é o mote desta encenação.


O Grupo Cafonas & Bokomokos volta às suas origens na reencenação de seu primeiro espetáculo: O Clichê do Amor.

A idéia da peça surgiu de um ponto de partida lançado por Guilherme Vidal que pesquisava os temas das músicas da Jovem Guarda. Quase todas falavam de romances impossíveis e inevitavelmente de clichês de amor.

Surgiram exercícios inspirados neste temas, extremamente teatrais. Não há uma história. O fio condutor da comédia é a linha que persegue um casal durante uma vida: a paquera, o namoro, o noivado, o casamento e as crises conjugais.

A velocidade da paixão – o tempo que voa quando se está apaixonado. Como numa montagem cinematográfica a peça transcorre em quadros que independentes se somam e se complementam, num ritmo que é próprio da paixão, o mote desta encenação.

 São nas letras ingênuas e cheias de ternurada Jovem Guarda que nos foi descoberto os caminhos do amor e da desilusão que compõem o roteiro da peça. Trajetórias de personagens anônimos que viveram um grande amor que marcou suas vidas e deixou na lembrança momentos, passagens, que permanecem vivos na memória coletiva porque se transformaram em clichês, clichês de amor.

Ficha Técnica
Elenco Cafonas & Bokomokos: Admir Calazans, Alex Mazzanti, Cadu Giusti, Gabi Borazanian, Luis de Osti, Marcelo Lourenço, Marcos Garbelini, Mariela Folco, Moisés Laurentino, Mônica Maria Costa, Nando Angelini, Paulo Affonso, Pérsio Ribeiro, Renato Lembo
Caracterização, pesquisa e produção de figurinos: Cafonas & Bokomokos
Perucas: Otaner
Adereços Especiais: Madame Kuty
Sonoplastia: Guilherme Vidal
Luz: Edgar Suzuki
Assistente de iluminação: Paulo Affonso
Coreografia: Cafonas & Bokomokos
Cenografia e programação visual: Guilherme Vidal e Moisés Laurentino
Fotos Divulgação: Antonio J. Matos/Maria Clara Diniz
Produção e Divulgação: Cafonas & Bokomokos
Texto e Direção: Guilherme Vidal

Serviço
Temporada: De 03 de setembro a 29 de outubro de 2011
Gênero: Comédia
Duração: 90min
Classificação indicativa: 12 anos
Apresentações apenas aos sábados às 22h
Ingressos: R$20,00(inteira) e R$10,00(estudantes, idosos, e professores da rede pública)

Teatro Plínio Marcos - Lotação: 100 lugares
Shopping Pompéia Nobre - Rua Clélia 33 – 2º piso - Tel.: 3864-3129 - Pompéia
Bilheteria abre às 18h
Aceita Cheque / Não aceita cartões de débito/crédito / O teatro possui ar condicionado.
Estacionamento não conveniado: R$ 15,00

Fonte:Marcos Garbelini