Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Celso Fonseca

Celso Fonseca

Publicada em : 20/09/2018

Cantor apresenta o show Turning Point no Sesc Belenzinho

Guto Costa
No dia 23 de setembro, domingo, o Sesc Belenzinho recebe show Turning Point do carioca Celso Fonseca, às 18 horas.

O espetáculo, no formato de quarteto, é baseado em seu 15º álbum, lançado recentemente pela Universal Brasil. A sonoridade do disco (e show) Turning Point combina programações eletrônicas com o conceito das canções atemporais, característico do trabalho do artista.

No repertório, além de músicas autorais do novo álbum - como a releitura de Sparks (Coldplay), Desliga a Luz (parceria do compositor com Erika Ender, autora do hit Despacito) e Turning Point - estão composições mais antigas como: Sorte (gravada por Gal, Caetano e Tiago Iorc), Slow Motion Bossa Nova (parceria dele com Ronaldo Bastos) e a versão do funk Ela Só Pensa em Beijar (de MC Léozinho, gravada por Celso, em 2006). Outras releituras nacionais e internacionais também estão no programa.

O disco Turning Point dá continuidade ao trabalho que Celso Fonseca vem fazendo ao longo da sua carreira, marcado pela diversidade de influências. Sua ligação com a bossa nova e com a MPB é a mesma que ele tem com a música pop, com o jazz e até com a música eletrônica que, segundo ele, é uma continuidade do que já se fazia, desde a década de 70, com as primeiras bandas do gênero como Tangerine Dream, Kraftwerk e o próprio Brian Eno.

Celso Fonseca é cantor, compositor, guitarrista, arranjador e produtor musical. Começou na música tocando violão, influenciado por Baden Powell. Em 1981 estreou profissionalmente ao lado do saxofonista Roberto Guima e logo já era guitarrista na banda de Gilberto Gil, passando por trabalhos ao lado de Milton Nascimento, Djavan, Chico Buarque, Elza Soares e João Bosco, entre outros, com os quais gravou discos e participou de festivais internacionais. A partir de 1986, produziu discos de Vinícius Cantuária, Dulce Quental, Gilberto Gil, Daúde, Virgínia Rodrigues, Gal Costa e diversos outros. No início dos anos 80 também começou a compor. Entre seus parceiros estão Ronaldo Bastos, Waly Salomão, Chacal, Evandro Mesquita, Carlinhos Brown e Gilberto Gil. Suas canções foram gravadas por Gal Costa, Nana Caymmi, Zizi Possi, Belô Velloso, Maria Bethânia e Ney Matogrosso. Seu primeiro disco, Minha Cara, veio em 1986, seguido por O Som do Sim (1995) e dois outros em parceria com Ronaldo Bastos, Sorte (1994) e Paradiso (1997). Na sequência: Juventude/Slow motion bossa nova (2002), Natural (2003), Rive Gauche Rio (2005, com Jorge Drexler), Feriado (2007), Polaroides (2007), Ao Vivo (2009, com Ana Carolina, Gilberto Gil e Roberta Sá), Página Central (2009, com Marcos Valle), Voz e Violão (2010, com R. Bastos), Liebe Paradiso (2011, com Nana Caymmi, Milton Nascimento e Luiz Melodia), No Meu Filme (2011), Like Nice (2015) e Turning Point (2018).

Serviço
Show: Celso Fonseca

Dia: 23 de setembro. Domingo, às 18h
Local: Teatro (392 lugares).
Duração: 1h30. Não recomendado para menores de 12.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira); 10,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante) e R$ 6,00 (credencial plena do Sesc: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes).
Venda pelo Portal e unidades do Sesc. Limite de venda de 4 ingressos por pessoa.

Sesc Belenzinho
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000
Belenzinho – São Paulo (SP). Telefone: (11) 2076-9700
www.sescsp.org.br/belenzinho

Estacionamento: Para espetáculos com venda de ingressos após as 17h: R$ 15,00 (não matriculado); R$ 7,50 (credencial plena no SESC - trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo/ usuário).

Fonte:VERBENA Comunicação