Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Anti-Comics – Paródia dos Sup...

Anti-Comics – Paródia dos Super-heróis

Publicada em : 24/07/2018

Uma paródia dos super- heróis que questiona seus super-poderes

Divulgação
Uma paródia dos super- heróis (Super-Homem, Batman,Robin e Mulher Maravilha) que questiona seus super- poderes em situações de vulnerabilidadeO espetáculo é composto pelos textos "O Evangelho Segundo o Super-Homem", "A Vida Sexual dos Morcegos" e "A Festa do Pijama", da premiada escritora argentina Sonia Daniel.

O espetáculo nasceu de uma co-produção, viabilizada pelo Instituto IBERESCENA (Espanha), do Coletivo Teatral Commune, de São Paulo, com o Centro Cultural Maria Castanã, de Córdoba, Argentina. A peça busca, por meio do humor irônico, pôr em xeque mitos e levar o público a refletir sobre teorias filosóficas relacionadas aos super-heróis.

Brasil-Argentina
A montagem foi apresentada no Brasil ( São Paulo e Rio de Janeiro)  em 2016 e em Córdoba, na Argentina, no Teatro do Centro Maria Castaña. Um ponto em comum entre os co-produtores é que ambos dedicam-se à pedagogia teatral e à formação de jovens atores. Fez temporada no Teatro Commune e pelo PROAC,em 2017 se apresentou nas cidades de Campinas,Indaiatuba,Salto,Ribeirão Preto,Santos,Poá,São Bernardo e São José dos Campos.

No primeiro quadro, a "A Vida Sexual dos Morcegos", vemos um reencontro de Batman e Robin já velhos e sem glamour. Robin aparece disfarçado de Homem Aranha, fantasia que usa num show de strip tease numa decadente boate gay. Batman revela seu passado: as experiências com substancias que deram origem ao homem morcego, a criação da Bat Caverna, o casamento com Batgirl e a confissão de um crime para espanto de Robin.
O segundo quadro, “A Festa do Pijama", é um monólogo no qual a Mulher Maravilha, após ser presa, fala de sua vida sentimental fracassada e revela que decidiu se prostituir porque queria ser amada como uma mulher de verdade e não aguentava mais ser apenas um símbolo sexual, perfeita e intocável.

O terceiro quadro, "O Evangelho Segundo o Super-Homem" parodia a história do super-homem que, neste caso, não quer ser super- herói e tem dois pais judeus. Nasce de uma teoria de que o Super-Homem seria um personagem messiânico que tem muitos pontos em comum com Jesus Cristo. Esse tipo de delírio místico fundamentado de diversas maneiras sem comprovação científica, transforma o Super-Homem em um personagem que ao tomar consciência de sua condição como messias, vive um apocalipse pessoa,l que em seguida traz uma mudança para a história de toda a humanidade.

"A experiência de trabalhar com personagens icônicos com humor irônico, com cores hilariantes coloca em consideração as construções que o imaginário coletivo tem desses personagens. A possibilidade desses textos de pôr em xeque seus super-poderes e colocá-los em situações de vulnerabilidade nos leva a pensar sobre teorias filosóficas relacionadas com "O mito do super-herói'", define o diretor  Augusto Marin.

"Anti-Comics - Desconstruindo os Super-heróis"

O espetáculo "Anti-Comics - Desconstruindo os Super-heróis" é composto pelos textos "O Evangelho segundo o Super-Homem", "A vida Sexual dos Morcegos" e "A festa do Pijama", da premiada autora argentina, Sonia Daniel. A intenção é, por meio do humor irônico, pôr em xeque mitos e levar o público a refletir sobre teorias filosóficas relacionadas aos super-heróis.

Serviço:
Anti-Comics – Paródia dos Super-heróis

Teatro Commune
Rua da Consolação, 1218, Consolação – SP
De 4 a 19 de agosto (sábados 21h e domingos 19h30
R$ 30,00 (inteira) R$ 15,00 (meia)
11-3476-0792 – 3807-0792
Comédia  60 minutos
Classificação indicativa:12 anos
Aceita todos os cartões
Bilheteria do teatro: 1h30 antes do inicio do espetáculo
Capacidade: Até 99 lugares 
Estacionamento: vários na região
Acesso para portadores de necessidades especiais
Wi Fi  disponível

Fonte:Macida Joachim