Cultura

Home/ Notícias Online/ Cultura/ Cristiano Burlan

Cristiano Burlan

Publicada em : 04/07/2018

Cineasta discute justiça na Cia. de Teatro Heliópolis

Blog do Arcanjo - Uol
No dia 20 de julho (sexta-feira, às 16 horas) a Companhia de Teatro Heliópolis promove palestra sobre justiça com o cineasta Cristiano Burlan, autor do documentário Mataram Meu Irmão.

O evento, aberto ao público e com entrada franca, acontece na Casa de Teatro Maria José de Carvalho - sede da companhia - com mediação da jornalista e crítica teatral Maria Fernanda Vomero.

No encontro, o cineasta faz reflexões sobre os sentidos e sentimentos de justiça durante o processo de realização do filme Mataram Meu Irmão. Na pauta estão ainda os temas: Sensação de impunidade e desejo de justiçamento (ou vingança) e Repensar a justiça como exercício de imaginação política (e afetiva).

Esta atividade integra as ações do projeto Justiça - O que os Vereditos Não Revelam, contemplado pela 31ª edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, que resultará no próximo espetáculo do grupo.

Cristiano Burlan - É diretor de cinema e teatro. Na década de 90 morou em Barcelona, onde dirigiu o grupo de cinema experimental Super-8. Em São Paulo, esteve à frente do grupo de teatro A Fúria. Sua filmografia soma mais de 15 títulos, entre ficções e documentários. É professor na Academia Internacional de Cinema, na Escola Superior de Artes Célia Helena e na Universidade do Estado do Amazonas. Entre seus filmes, destaque para: Mataram Meu Irmão (documentário vencedor do festival É Tudo Verdade 2013, do 40º Festival SESC de Melhores Filmes e do Prêmio do Governador do Estado de São Paulo), Hamlet (adaptação livre da peça de W. Shakespeare), Fome (premiado em diversos festivais, entre eles o Festival de Brasília, de Melhor Som e Prêmio Especial do Júri para o ator Jean-Claude Bernardet), Em Busca de Borges (ficção inspirada na obra de Jorge Luis Borges), Antes do Fim (longa com Helena Ignez e Jean-Claude Bernardet) e Elegia de um Crime (documentário que encerra sua Trilogia do Luto).

O projeto - O projeto Justiça – O que os Vereditos Não Revelam tem como objetivo investigar, ao longo de 15 meses, os sentidos e as representações de justiça, tendo por base a realidade dos integrantes da Companhia de Teatro Heliópolis como moradores da comunidade. Para tanto, buscam traçar paralelos e confrontações entre a justiça ditada pelo crime organizado local e a justiça tida como oficial, aquela praticada pelo sistema legal brasileiro. O processo de investigação e criação aborda também o estudo dos aspectos teatrais e performativos do exercício concreto da justiça, que são os elementos e as funções que compõem os rituais de julgamento: tribunal, júri, juiz, advogados, testemunhas, a própria lei etc.

Serviço

Palestra/tema: Justiça

Com: Cristiano Burlan
Data: 20 de julho. Sexta, às 16h
Mediação: Maria Fernanda Vomero
Entrada franca - não há necessidade de retirar ingresso
Duração: 120 minutos. Capacidade: 50 lugares
Realização: Companhia de Teatro Heliópolis

Casa de Teatro Maria José de Carvalho
Rua Silva Bueno, 1533, Ipiranga – SP/SP (próximo ao metrô Sacomã).
Tel.: (11) 2060-0318.
Não possui acessibilidade. Não possui estacionamento.
ciadeteatroheliopolis.com.br / facebook/companhiadeteatro.heliopolis

Fonte:Verbena Comunicação