Culinária

Home/ Notícias Online/ Culinária/ Os jantares de outono

Os jantares de outono

Publicada em : 10/04/2012

O segredo é saber harmonizar com o prato escolhido


Temperaturas caindo e o clima torna-se mais um atrativo para o consumo de uma boa taça de vinho. A ingestão moderada da bebida é conhecida pelos diversos benefícios à saúde, como a proteção ao coração e ao cérebro. Além disso, a bebida é bem vinda em várias ocasiões – de um jantar de negócios a um encontro romântico. 

Para Caio Fontenelle, do Figueira Restaurante, a melhor dica para compor uma boa refeição é pensar na semelhança ou contraste. “Muitas são as variantes que devemos levar em consideração, como intensidade do sabor da carne, tipos de acompanhamentos ou molhos e a textura dos alimentos. Mas, uma das regras primordiais é equilibrar o peso do prato ou sua estrutura ao peso do vinho. Seguindo esta premissa é sempre mais fácil conseguirmos um grande prazer nas refeições”, destaca.

Confira algumas dicas para escolher o melhor tipo de uva para harmonizar com seu prato favorito:

Syrah – Uva originária da França, vinda do Vale do Ródano, que produz vinhos com muita matéria corante, aromas exuberantes e bastante encorpados. É a companhia ideal para cortes bovinos como costelinha e fraldinha.

Pinot Noir – Tem origem francesa e é base da produção de vinhos bastante admirados em todo o mundo. Acompanha bem um galeto, peito de frango, salada verde, salada americana e palmito na brasa.

Malbec – Esta variedade se adaptou bem ao solo argentino. É perfeito para acompanhar uma picanha mal passada ou na chapa, bife de chorizo e bolinho de aipim com carne seca.

Merlot / Tempranillo – Variedades que rendem vinhos com cores vibrantes, aromas de frutas frescas e destacam-se na boca pela maciez e “quase” doçura. São muito indicadas para carne de porco, peito de frango, galeto e queijo coalho.

Sangiovese – Variedade italiana que dificilmente gera grandes vinhos fora de seu país natal. Têm pouca cor, aromas de frutas silvestres e frescor. Dialoga bem com massas ao molho vermelho, filé mignon à parmegiana, filé a milanesa, mignon na chapa e onion rings.

Cabernet Sauvignon – Cepa de origem francesa, a variedade tinta mais cultivada no mundo, rendendo diversos estilos de acordo com a região onde está plantada. Seus vinhos caracterizam-se por muita cor, intensos aromas de frutas negras e especiarias.

Figueira Restaurante
www.figueirarestaurante.com.br
Rua Mariana Bronemann, 527 - Velha - Blumenau (SC)
Telefone: (47) 3035-3710
Funcionamento:
Terça a sábado – a partir das 18h30min
Domingos – a partir das 11h30min

Fonte:Oficina das Palavras