Culinária

Home/ Notícias Online/ Culinária/ A vez dos pescados

A vez dos pescados

Publicada em : 13/09/2011

Estará disponível à população um workshop gastronômico com a elaboração de pratos simples e rápidos

O consumo de pescado no Brasil está crescendo, mas ainda não é o ideal, tendo em vista o tamanho de nossa área costeira e os frutos que nos oferece. Para divulgar os benefícios desse alimento rico em diversos minerais, como sódio, potássio, magnésio, cálcio, ferro, fósforo, iodo, selênio, cobalto, além de importante fonte de ômega 3, a Prefeitura de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Coordenação das Subprefeituras e de sua Supervisão Geral de Abastecimento (Abast), realiza o 2º Simpósio sobre Pescado em São Paulo no Mercado Municipal Paulistano - 2º Simpesp & Workshop sobre Gastronomia de Pescado - entre os dias 13 e 15 de setembro, das 9h às 17h.

Para torná-lo mais conhecido da população haverá palestras, com o debate de temas relevantes ao comércio de pescado, cadeia produtiva, requisitos profissionais, entre outros, para os interessados em conhecer um pouco mais sobre o pescado. Além disso, estará disponível à população um workshop gastronômico com a elaboração de pratos simples e rápidos. Estudantes de cursos de gastronomia também participarão em nove boxes do Mercadão e em três feiras livres, colocando à disposição da população degustação e receita do pescado oferecido (confira abaixo a programação completa).

Os números do Ministério da Pesca e Agricultura (MPA) são animadores, com dados divulgados no Boletim Estatístico que apontam crescimento na produção de pescado - aumento de 990.272 toneladas/ano, em 2003, para 1.240.000 toneladas, em 2009. A expectativa é que em 2012 a produção interna atenda à demanda de pescado no Brasil, reduzindo a importação desse produto.

Consumo em alta
Dados estatísticos divulgados pelo MPA indicam, ainda, aumento do consumo per capita de pescado no Brasil, uma expansão de demanda que exige a qualificação de profissionais, estímulo à produção, aprimoramento e desenvolvimento de novas técnicas de produção.

Na área específica da Capital, um mapeamento feito entre 2006 e 2008 pela Supervisão Geral de Abastecimento (Abast), por meio de seu Departamento de Políticas de Abastecimento, apontou que, com exceção da região da Subprefeitura Pinheiros, onde a comercialização do pescado é, em sua maioria, feita nos mercados (42%), na região da Subprefeitura Sé 80% do produto é vendido nas feiras livres.

"A intenção do evento é promover o consumo de pescado e focar o consumidor, para que ele possa aprender novas formas práticas e fáceis de preparar o peixe, incluindo-o em seu cardápio", explica José Roberto Graziano, supervisor-geral de Abastecimento.

Inscrições
Para se inscrever nos simpósios e whorkshops é preciso levar um quilo de alimento não-perecível (exceto sal e açúcar), que será doado, no fim do evento, para a Associação de Apoio a Criança e Adolescente com Câncer Anjo de Luz (www.anjodeluz.org.br). São 300 vagas para os simpósios e 150 para os workshops. A inscrição deve ser feita pelo telefone 3316-1426.

Pelo segundo ano, o Simpesp tem como grande apoiador o Banco do Brasil e o Governo Federal, o que contribui significativamente para a consolidação do evento mais importante na Cidade no setor de pescados. Novas parcerias foram firmadas neste ano, com a participação da Associação do Mercado Municipal do Tucuruvi e dos permissionários do Mercado Municipal Paulistano.

Degustação no Mercadão e nas feiras livres
Para incentivar o consumo do pescado, a Abast promove, em parceria com faculdades de gastronomia, uma degustação das iguarias durante a semana do Simpesp.

No Mercadão, nos dias 13 a 15 de setembro, o preparo dos pratos fica sob os cuidados dos alunos da Faculdade Estácio de Sá. As receitas podem ser apreciadas nos boxes de algumas peixarias existentes no espaço.

No dia 13, terça-feira, consumidores da feira livre da rua Roque Petrela, no Brooklin, poderão experimentar e aprender pratos simples e rápidos feitos com peixes. As receitas serão elaboradas por alunos da FMU, sob a supervisão do professor Marcelo Malta. Na quinta-feira, 15, a degustação ocorrerá na feira da rua Barão de Capanema, no Jardim América. Já no dia 16, sexta-feira, a feira da rua Mato Grosso com a rua Pará, na Consolação, também contará com a degustação e informações sobre o preparo das iguarias. Todas serão realizadas das 10h às 13h.

Confira a programação:

13 de setembro 
Das 9h às 13h - Workshop - Filé de Tilápia com Leite de Coco e Curry
13h30 - Recepção e abertura
14h - Mesa-redonda: Pesca e Aquicultura - Avanços e desafios de um setor em crescimento

14 de setembro
Das 9h às 13h - Workshop - Corvina a 40 alhos
14h - Mesa-redonda - Panorama da Produção e Desafios Sanitários

15 de setembro
Das 9h às 13h - Workshop - Risoto de Salmão com Doce de Leite Xamego Bom
14h - Mesa-redonda: Evolução do Mercado - Sustentabilidade

17 de setembro
Das 9h às 13h00 - Workshop - Escondidinho de Bacalhau

Fonte:SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo